Inicio | Sociedade | Bispo do Algarve fará cinco visitas pastorais a nove paróquias e aos três estabelecimentos prisionais algarvios

Bispo do Algarve fará cinco visitas pastorais a nove paróquias e aos três estabelecimentos prisionais algarvios

O bispo do Algarve realizará cinco visitas pastorais a nove paróquias e aos três estabelecimentos prisionais da região neste ano de 2018/2019.

O périplo das visitas de D. Manuel Quintas tem início já no próximo sábado, 8 de dezembro, com a primeira às paróquias da Conceição de Faro e Pechão que se prolongará até dia 15 deste mês.

O Código de Direito Canónico estabelece que os bispos têm a obrigação de visitar toda a diocese ao menos a cada cinco anos, podendo, em caso de necessidade, delegar essa tarefa no prelado coadjutor ou auxiliar, ou ainda num padre.

Também o ‘Diretório para o Ministério Pastoral dos Bispos’ explica que as visitas pastorais permitem “reavivar as energias dos obreiros evangélicos, de os louvar, encorajar e consolar”, sendo também uma “oportunidade de chamar todos os fiéis à renovação da sua vida cristã e a uma atividade apostólica mais intensa”. O documento destaca que, além disso, possibilitam ao bispo diocesano “avaliar a eficiência das estruturas e dos instrumentos destinados ao serviço pastoral, dando-se conta das circunstâncias e dificuldades do trabalho de evangelização para poder definir melhor as prioridades e os meios da pastoral orgânica”.

Recomenda ainda que o bispo possa “celebrar a Missa e pregar a Palavra de Deus”, “administrar solenemente o sacramento da Confirmação, se possível durante a Missa”, “encontrar-se com o pároco e os outros clérigos que colaboram na paróquia”, “reunir-se com o Conselho Pastoral ou, se este não existir, com os fiéis (clérigos, religiosos, membros das Sociedades de Vida Apostólica e leigos) que colaboram nos diversos apostolados, e com as associações de fiéis”, “encontrar-se com o Conselho para os assuntos económicos”, “ter um encontro com as crianças, os adolescentes e os jovens que percorrem o itinerário catequético”, “visitar as escolas e as outras obras e instituições católicas dependentes da paróquia” e “visitar, dentro do possível, alguns doentes da paróquia”.

“O Bispo poderá ainda escolher outras formas de estar presente entre os fiéis, tendo em conta os costumes locais e a oportunidade apostólica: com os jovens, por exemplo na ocasião de iniciativas culturais e desportivas; com os operários, para lhes fazer companhia, dialogar, etc”, pede-se ainda.

No sábado, a visita pastoral à Conceição de Faro terá início pelas 15h45 com o acolhimento e a celebração da eucaristia, na igreja paroquial, na solenidade da padroeira, seguida de procissão.

No domingo, a visita a Pechão terá início com o acolhimento pelas 11h30 e a celebração da eucaristia na igreja paroquial, seguindo-se à tarde, na casa paroquial de Pechão, o encontro com os Conselhos Pastorais das duas paróquias.

Ao longo da semana, o prelado visitará ainda o Lar da Terceira Idade e Jardim de Infância da Torre de Natal, as Juntas de Freguesia e a Casa do Povo da Conceição de Faro.

D. Manuel Quintas reunir-se-á ainda com as comunidades do Caminho Neocatecumenal da Conceição de Faro, com as comissões fabriqueiras de ambas as paróquias e com os vários responsáveis dos serviços litúrgicos (ministros extraordinários da comunhão, leitores, membros do coro, acólitos, catequistas), com os responsáveis do Agrupamento 1201 da Conceição de Faro do Corpo Nacional de Escutas, do Renovamento Carismático Católico, do Caminho Neo-Catecumenal, do Movimento da Mensagem de Fátima, do serviço sócio-caritativo e do Movimento dos Cursos de Cristandade.

O bispo do Algarve encontrar-se-á ainda com pais, crianças, adolescentes da catequese, com os acólitos e os escuteiros.

Ao longo deste ano pastoral de 2018/2019, D. Manuel Quintas visitará ainda os três estabelecimentos prisionais no Algarve. A visita deverá realizar-se de 18 a 21 deste mês, mas está ainda a ser confirmada.

O bispo diocesano visitará também as paróquias de Raposeira, Sagres e Vila do Bispo de 20 a 27 de janeiro de 2019, as paróquias de Estoi e Santa Bárbara de Nexe de 17 a 24 de fevereiro e as paróquias de Fuseta e Moncarapacho de 24 a 31 de março.

Verifique também

Bombeiros do Algarve estão a reportar à Proteção Civil, garante CDOS

Os bombeiros algarvios rejeitaram a decisão da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) de não reportar …

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.