Breves
Inicio | Economia | Câmara de Castro Marim investe 150 mil euros para impedir perdas de água

Câmara de Castro Marim investe 150 mil euros para impedir perdas de água

Camara_municipal_castro_marimA Câmara de Castro Marim vai gastar cerca de 150 mil euros num estudo para detetar perdas de água na rede de abastecimento público, estimando recuperar o valor investido no espaço de um ano, disse o seu presidente.

A medida foi adotada na sequência de um acordo realizado entre a câmara e uma empresa algarvia, a Hubel, que é especializada na comercialização de soluções, equipamentos e execução de obras para abastecimento e tratamento da água e está a ser representada pelo antigo presidente da Câmara de Faro e da Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL) Macário Correia.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara de Castro Marim, Francisco Amaral, disse que a empresa irá realizar um estudo para detetar os pontos da rede onde há perdas por ruturas ou outras avarias não detetadas, mas que causam discrepâncias entre os valores cobrados aos munícipes e os que a autarquia paga à empresa que fornece água em alta, a Águas do Algarve.

“Em Castro Marim esse valor ronda os 150 mil euros anuais. Por isso, o investimento vai trazer retorno para o município logo após o primeiro ano”, afirmou o autarca.

Francisco Amaral acrescentou que o estudo será realizado pela Hubel – que faz também produção e exportação de frutos vermelhos e comercializa sistema de nutrição e irrigação para a agricultura – num período “rápido, que não deverá superar um mês”.

Após o estudo estar concluído, a autarquia poderá “lançar as bases do concurso público” para adjudicar os trabalhos que vão reparar as ruturas e avarias detetadas na rede de abastecimento público de água municipal, acrescentou o autarca.

“É do conhecimento público que os municípios portugueses têm perdas de água de entre 35 a 40 por cento. E esta medida vai permitir que a câmara evite gastar 150 mil euros todos os anos devido a essas perdas”, disse Francisco Amaral.

O presidente da Câmara de Castro Marim esclareceu ainda que a parceria celebrada entre o município e a Hubel surgiu de conversas mantidas com o atual representante da empresa, Macário Correia.

“O representante da Hubel neste momento é o engenheiro Macário Correia e em conversações com ele chegámos à conclusão que seria interessante para o município de Castro Marim a realização deste estudo, que irá depois permitir o concurso para a adjudicação dos trabalhos”, afirmou Francisco Amaral.

Verifique também

Hoteleiros algarvios preocupados com greve de motoristas mas confiantes nos serviços mínimos

A principal associação hoteleira do Algarve mostrou-se hoje “preocupada” com o impacto da greve de …