Gaivotas aparecem mortas na Praia de Faro e Ria Formosa

Folha do Domingo
6 de Outubro de 2010

Ambiente

6 de Outubro de 2010

Em declarações à Lusa, o responsável pela Autoridade Marítima do Sul, Marques Ferreira, adiantou que hoje a Polícia Marítima detetou algumas gaivotas mortas no Ludo, junto à Ria Formosa, e na Praia de Faro, que vão ser recolhidas e levadas ainda hoje para o Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB) com a finalidade de ser investigada a cauda de morte das aves.

“Pode ser coincidência, mas também pode ser um vírus transmitido na cadeia alimentar, como através das plantas ou peixes que ingerem”, considerou a mesma fonte, realçando a importância de apurar a causa da morte das aves marinhas.

Para o biólogo marinho Élio Vicente, a causa mais provável para o aparecimento de gaivotas mortas neste período do ano poderá ser o temporal dos últimos dias e o facto das aves juvenis ainda não "aguentarem as agruras das tempestades do inverno".

"Os juvenis têm ainda poucas reservas de gordura para as agruras do frio e provavelmente estas mortes podem estar relacionadas com o temporal dos últimos dias", considerou o biólogo marinho.

Lusa

share Partilhar