Breves
Inicio | Sociedade | MP de Faro acusa homem por cinco crimes em Aljezur, entre eles homicídio qualificado

MP de Faro acusa homem por cinco crimes em Aljezur, entre eles homicídio qualificado

O Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Faro deduziu acusação contra um homem pelos crimes de violação tentada, coação sexual, homicídio qualificado, rapto e profanação de cadáver, anunciou ontem o Ministério Público.

A acusação foi deduzida pela unidade de Lagos do DIAP de Faro e ao arguido, de 36 anos, são imputados factos que remontam a dezembro de 2014, no município de Aljezur, outro dos 16 concelhos do distrito, precisou o Ministério Público (MP) na página da Internet da Comarca de Faro.

“Segundo a acusação, o arguido raptou, tentou violar e matou a filha da sua companheira, desferindo-lhe golpes na cabeça com um instrumento contundente. Indicia-se que depois tentou esconder o corpo e apagar os vestígios do crime. A vítima tinha 17 anos e o arguido atuou com especial frieza de ânimo”, contou ainda o MP.

O arguido terá, logo a seguir aos factos, regressado à Roménia, de onde é natural e onde foi detido a pedido do MP do DIAP de Faro, em fevereiro passado, acrescentou a mesma fonte, frisando que o homem continua em prisão preventiva.

A mesma fonte observou ainda que o inquérito em causa foi dirigido pela Unidade Local de Lagos do DIAP de Faro e a investigação realizada pela Polícia Judiciária de Portimão.

Verifique também

Câmara de Faro atribuiu nome do padre João Sustelo a praceta da cidade

A Câmara de Faro atribuiu no Dia do Município, 7 de setembro, o nome do …