Breves
Inicio | Ambiente | Presidente da República promulga criação do sistema multimunicipal de água e saneamento do Algarve

Presidente da República promulga criação do sistema multimunicipal de água e saneamento do Algarve

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

O Presidente da República promulgou o diploma do Governo que cria o sistema multimunicipal de abastecimento de água e de saneamento do Algarve e atribui a concessão à empresa Águas do Algarve, anunciou hoje a Presidência.

O anúncio da promulgação por parte do chefe de Estado português, Marcelo Rebelo de Sousa, foi feito na página da Internet da Presidência da República, na qual se pode ler que o diploma “procede à criação do sistema multimunicipal de abastecimento de água e de saneamento do Algarve e atribui a concessão da respetiva exploração e gestão à sociedade Águas do Algarve, S.A., em regime de serviço público e de exclusivo”.

A criação, por agregação, de um sistema multimunicipal de água e de saneamento do Algarve tinha sido aprovado em decreto-lei pelo Conselho de Ministros na quinta-feira passada.

Este novo sistema multimunicipal do distrito de Faro vai “agregar os anteriores sistemas multimunicipais de captação, tratamento e abastecimento de água do sotavento algarvio e do barlavento algarvio, que se extinguem, proporcionando a obtenção de sinergias”, justificou na ocasião a tutela.

Fonte da Águas do Algarve disse hoje à agência Lusa que a assinatura do contrato que formaliza a concessão deste sistema multimunicipal à Águas do Algarve por parte do Estado português está prevista para 18 de julho, às 15:00, numa cerimónia que deverá ter lugar na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve.

O contrato de concessão atribui a “gestão e exploração deste sistema” à empresa, em regime de “serviço público e exclusivo”.

A Águas do Algarve ficar encarregada da “construção das obras e equipamentos”, mas também da “exploração, reparação, renovação e manutenção” do sistema multimunicipal de abastecimento de água do Algarve, para “captação, tratamento e distribuição de água para consumo público aos [16] municípios” da região, segundo a informação disponível na página da empresa na Internet.

A fonte da Águas do Algarve precisou ainda à Lusa que o contrato prevê a concessão deste serviço à empresa por um período de 30 anos, até 2048.

Verifique também

Voluntários recolhem mais de duas toneladas de lixo na ilha da Culatra

Um grupo de voluntários recolheu ontem mais de duas toneladas de detritos na ilha da …

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.