Inicio | Ambiente | Primeira Área Marinha Protegida de Interesse Comunitário do país planeada para Armação de Pêra

Primeira Área Marinha Protegida de Interesse Comunitário do país planeada para Armação de Pêra

Armação de Pêra deverá ter a primeira Área Marinha Protegida de Interesse Comunitário em Portugal, num processo que envolve diferentes entidades e que se pretende desenvolver no próximo ano.

A iniciativa tem como promotores o município de Silves, a Fundação Oceano Azul e a Universidade do Algarve, entre outras entidades da região.

Segundo informação disponibilizada pela Fundação Oceano Azul, “pretende-se com este processo participativo entregar ao Governo no próximo ano uma proposta de criação da Área Marinha Protegida de Interesse Comunitário da Baía de Armação de Pêra”.

O projeto, apoiado num estudo da Universidade do Algarve, através do Centro de Ciências do Mar, assenta no reconhecimento do recife da Baía de Armação de Pêra como “uma das áreas com maior biodiversidade e produtividade da costa algarvia”, situada “no maior recife rochoso costeiro de Portugal”.

Segundo a fundação, “este recife encontra-se impactado por diversas atividades humanas, que podem colocar em risco a conservação deste ecossistema”, e o objetivo agora passa por “alcançar uma utilização sustentável, promovendo a pesca local e o turismo de natureza sustentáveis, a par da sua preservação, garantindo ao mesmo tempo o desenvolvimento económico sustentável da região e do país”.

A iniciativa foi apresentada na sexta-feira passada numa reunião de trabalho em Armação de Pêra, que contou com a participação de 28 entidades, incluindo a Associação de Pescadores de Armação de Pêra e a Junta de Freguesia de Armação de Pêra, todas elas convidadas a manifestar o interesse em participar no desenvolvimento do processo.

Verifique também

Chumbado complexo turístico de 1.279 camas previsto junto à praia de Benagil

As autoridades chumbaram um loteamento turístico projetado para uma área próxima às praias de Benagil …

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.