Pub

O Secretariado Nacional de Liturgia (SNL) publicou o livro ‘À luz do Apocalipse’, da autoria do bispo emérito do Algarve, D. Manuel Madureira Dias.

“Sem querer estabelecer qualquer paralelo entre o conteúdo do Apocalipse e o que está a acontecer nos cinco ou seis continentes, com o vírus que paralisou o mundo inteiro, este estudo, na sua simplicidade, ajuda a entender melhor alguns aspetos positivos”, começa por referir o SNL.

No prefácio da obra de 240 páginas, o presidente da Associação Bíblica Portuguesa, que o assina, escreve que o autor “teve a coragem de tomar o livro do Apocalipse das mãos de João” e, “abrir os seus sete selos: o do enquadramento histórico e o da perspetiva literária, o da complexidade simbólica e o da dimensão litúrgica, o da pragmática, e, sobretudo, o da riqueza espiritual e o do significado eclesial e pastoral”.

“Sete dimensões que revelam não apenas a profundidade do estudo, como também a fineza intelectual, a intuição pastoral e a sensibilidade espiritual do seu autor”, acrescenta o padre Mário de Sousa, sacerdote da Diocese do Algarve.

“Tal como as trombetas, de que nos fala João (8,6ss), os catorze capítulos desta obra vão soando sucessivamente, num crescendo contínuo, que conduz, de interpretação em interpretação, até à apoteótica manifestação da Jerusalém do Céu (21,1ss)”, prossegue, considerando que das suas páginas “emerge o professor (foi-o durante muitos anos no Instituto Superior de Teologia de Évora), o apaixonado pastor (cujo ministério marcou a Igreja do Algarve) e o mestre espiritual (de quem o testemunho ficou gravado na alma de mais do que uma geração de padres e leigos)”.

“Por isso, é natural que termine cada capítulo com um convite à releitura espiritual do que antes afirmou, o que muito enriquece o seu estudo e o leitor”, acrescenta, concluindo que a desta obra no particular contexto atual de pandemia, “com todas as consequências pessoais, familiares, sociais, laborais e eclesiais que consigo traz, é um convite a renovar a experiência espiritual do vidente de Patmos e da sua comunidade”.

A publicação encontra-se à venda na loja da Diocese do Algarve nos Serviços Diocesanos de Pastoral.

Pub