Inicio | Cultura | 1.º Festival de Piano do Algarve abre no sábado com estreia de Concerto a quatro mãos

1.º Festival de Piano do Algarve abre no sábado com estreia de Concerto a quatro mãos

O 1.º Festival de Piano do Algarve estreia no sábado, em Portimão, o Concerto para piano a quatro mãos de Armando Mota, interpretado pelo compositor e Mário Laginha, acompanhados pela Orquestra Filarmónica Portuguesa, dirigida pelo maestro Osvaldo Ferreira.

Inserido no programa cultural 365 Algarve, o concerto é o primeiro de seis espetáculos que compõem o festival, que vai decorrer até abril, todos os sábados, às 21:30.

O primeiro espetáculo, que estreia o Concerto de Armando Mota, está agendado para sábado, às 21:30 no Teatro Municipal de Portimão.

“Trata-se de uma estreia nacional, pois é a primeira obra escrita por um compositor português para este tipo de formação, ou seja, para piano a quatro mãos”, disse à Lusa Armando Mota.

Segundo o compositor, o festival de piano do Algarve “é um sonho antigo que foi possível concretizar agora, devido ao financiamento obtido através do programa cultural 365 Algarve, numa região de grande importância turística e com uma grande comunidade estrangeira, [composta por] consumidores desde tipo de espetáculos”.

“É uma iniciativa que assume particular importância numa região onde escasseiam estes concertos, que têm um potencial de qualidade enorme para atrair turistas ao longo de todo o ano”, destacou Armando Mota, acrescentando que “a iniciativa possibilita ter um festival no Algarve com o mesmo nível de outros que se realizam em Lisboa ou no Porto”.

O primeiro concerto do festival assinala também o regresso ao Algarve do maestro Osvaldo Ferreira, antigo diretor artístico da Orquestra do Algarve.

Além do concerto, o programa prevê a interpretação da Sinfonia n.º 2 em Ré maior, Op. 73, de Johannes Brahms.

No dia 04 de março, Pedro Burmester e Mário Laginha sobem ao palco do Teatro Municipal de Portimão, para um concerto a dois pianos, onde vão interpretar uma obra inédita do pianista de jazz e compositor João Paulo Esteves da Silva e obras de Claude Debussy e Maurice Ravel.

A 11 de março, António Rosado vai interpretar um programa dedicado a George Gershwin, que inclui obras de diversos autores, com a Orquestra Sinfónica da ESART, dirigida pelo maestro Osvaldo Ferreira.

O concerto do dia 18 de março, terá a participação do pianista russo Miroslav Kultyshev, que interpretará o Concerto para Piano e Orquestra n.º 3 de Sergey Rachmaninoff, seguindo-se a 5.ª Sinfonia de Tchaikovsky.

No dia 25 de março, o Festival de Piano do Algarve vai apresentar um recital pelo pianista espanhol Borja Otero, com obras de compositores clássicos e contemporâneos.

O festival encerra no dia 08 de abril, com um recital a quatro mãos pelos pianistas Ranko Markovic, da Áustria, e Marialena Fernandes, da Índia, duo que teve origem em Viena, e que no Algarve vão interpretar obras de Franz Schubert, Piotr Ilitch Tchaikovsky e Sergei Rachmaninoff.

Os bilhetes para cada um dos espetáculos custam dez euros e podem ser adquiridos no Teatro Municipal de Portimão, ou através da página da internet do teatro em www.tempo.bol.pt.

Verifique também

Alcoutim ‘regressa’ aos tempos do contrabando na fronteira com Espanha

Um ‘regresso’ aos tempos em que a fronteira com Espanha era dominada por contrabandistas, com …