Breves
Inicio | Cultura

Cultura

“Estuário” da algarvia Lídia Jorge vence XXIV Grande Prémio de Literatura DST

A escritora algarvia Lídia Jorge, natural de Boliqueime, é a vencedora do XXIV Grande Prémio de Literatura atribuído pelo grupo empresarial DST, com a obra “Estuário”, foi hoje anunciado. Segundo comunicado da DST, o prémio, no valor de 15 mil euros, será entregue no dia 28 de junho, no Theatro Circo, no âmbito da inauguração da Feira do Livro de …

Ler mais »

Hemeroteca digital reúne 162 anos da história do Algarve até final do ano

A hemeroteca digital do Algarve, que vai disponibilizar milhares de páginas de revistas e jornais algarvios publicados entre 1808 e 1970, entre os quais o jornal Folha do Domingo, deverá estar concluída até ao final do ano, disse à Lusa a coordenadora do projeto. O concurso público para a execução do projeto foi publicado na terça-feira em Diário da República, …

Ler mais »

‘Gen Verde’ trouxe ao Algarve a festa da multiculturalidade musical interventiva

O concerto do grupo feminino de expressão artística do Movimento dos Focolares – ‘Gen Verde’ – trouxe a festa ao Teatro das Figuras, em Faro, na passada quinta-feira à noite. Durante quase duas horas, as 690 pessoas que assistiram ao espetáculo, que concluiu a digressão de apresentação em Portugal do seu último álbum “From the Inside Outside”, puderam comprovar a …

Ler mais »

Livro de frei Isidro Lamelas vai ser apresentado no Algarve

No próximo dia 1 de junho decorrerá no Algarve, a apresentação da mais recente obra de frei Isidro Lamelas, sacerdote franciscano. A publicação, com chancela da Paulus Editora, intitulada “Justino – Filósofo e Mártir do Século II – Em defesa dos cristãos”, terá lugar na sala de atos da Sé de Faro, pelas 21h15, com a presença do autor, docente …

Ler mais »

“Eu não tenho nada (…) eu não devo nada”

Encarar uma situação má na nossa vida com sentido de humor, normalmente só acontece passado algum tempo de a mesma acontecer. Em muitos casos, é preciso anos para troçarmos de nós mesmos por causa de dinheiro que estupidamente perdemos, ou de negócios onde fomos incrivelmente enganados, ou de inutilidades que compramos, achando que tínhamos na nossa posse a invenção mais …

Ler mais »