Inicio | Cultura

Cultura

Presépios de dezassete instituições podem ser visitados até dia 6 de janeiro na igreja de São Paulo, em Tavira

Dezassete instituições do concelho de Tavira expõem os seus presépios na Igreja de São Paulo. A iniciativa, dinamizada pela Paróquia de Tavira, estará patente ao público até ao dia 6 de janeiro, altura em que se assinala o Dia de Reis. «Neste Natal quisemos dar bastante relevo ao Presépio, aliás como nos pede o Papa Francisco», explica o pároco de …

Ler mais »

Infância, avós e novo circo marcam programa Lavrar o Mar no Algarve até maio

Dois espectáculos para a infância, outro de novo circo envolvendo avós e ainda uma caminhada pela natureza e são algumas das propostas do festival Lavrar o Mar, até maio de 2020, nos concelhos algarvios de Aljezur e Monchique. O festival Lavrar o Mar, criado em 2016 com uma programação cultural regular para combater a sazonalidade no Algarve, cumpre a quarta …

Ler mais »

Albufeira, Loulé, Silves e Universidade do Algarve preparam candidatura a geoparque mundial

Preservar um território que mostra a evolução geológica da terra durante 360 milhões de anos é o objetivo de uma candidatura a geoparque mundial que está a ser preparada por três municípios algarvios e a universidade, foi ontem anunciado. A candidatura, que reúne os municípios de Loulé, Silves e Albufeira e a Universidade do Algarve (UAlg), será submetida à Organização …

Ler mais »

Câmara de Faro une instituições para ser Capital Europeia da Cultura 2027

A assinatura de protocolos a unir diversas instituições do Algarve em torno do objetivo de fazer Faro ser Capital Europeia da Cultura 2027 marcou na segunda-feira a cerimónia de “arranque oficial” da candidatura protagonizada pelo município, disse o seu presidente. O Teatro das Figuras, em Faro, acolheu a sessão oficial de estabelecimento de acordos de colaboração locais e regionais no …

Ler mais »

Livro de Patrícia Palma revela rede de bibliotecas religiosas que contribuiu para cultura escrita no século XVIII

A nova publicação da investigadora algarvia Patrícia de Jesus Palma vem desconstruir “a ideia feita de um Algarve que, ao contrário das restantes regiões, não tinha tido uma rede de bibliotecas religiosas, como aconteceu no resto do país entre os séculos XVI e XVIII, que alimentasse a formação das elites locais”, constituídas pelos 18% de população alfabetizada. A certeza foi …

Ler mais »