Pub

A acção, este ano, volta a ajudar no combate à crise. Das receitas conseguidas com a venda de velas e fotofóros (respectivamente pelo valor de 1 e 2,50 euros), 65% reverterão para o fundo de apoio aos desempregados e vítimas da crise da Diocese do Algarve e os restantes 35% serão canalizados para um projecto de luta contra a pobreza infantil, em São Tomé e Príncipe, cujo bispo é um português.

O presidente da Caritas algarvia, adverte que “o objectivo desta acção não é vender velas ou fotofóros”. “Isso é o meio para que possamos ser mais solidários com os que nada têm”, explica Carlos Oliveira.

Este ano, as acções relacionadas com a iniciativa voltam a iniciar-se na celebração da solenidade da Imaculada Conceição da Virgem Maria, presidida pelo Bispo do Algarve na Sé de Faro no dia 8 de Dezembro, pelas 18h.

No decurso da Eucaristia será entregue a cada paróquia aderente uma oliveira. Aquele símbolo da paz deverá depois ser plantado no dia 18 de Dezembro em cada paróquia, num local que fique a marcar o acontecimento. “Se permanecer um marco visível, nunca se esquecerá a causa que lhe deu origem”, defende o presidente da Caritas do Algarve.

No mesmo dia 18 de Dezembro, a manifestação diocesana pela paz terá lugar este ano em Loulé, com concentração, pelas 21h, junto à Câmara Municipal, seguindo-se a marcha silenciosa até à igreja matriz onde decorrerá o Concerto pela Paz realizado por grupo a anunciar.

Antes, logo pela manhã, decorrerão as actividades, também junto à Câmara Municipal, com o envolvimento de crianças e jovens da catequese, das escolas, do Corpo Nacional de Escutas e das Guias de Portugal. Para além da realização de trabalhos didácticos, pelas crianças, os participantes e voluntários interpelarão também os transeuntes apelando à sua solidariedade para com os mais fragilizados pela actual crise, através da compra de velas.

Antes do almoço será ainda plantada a árvore da paz, em local a designar pela Câmara de Loulé.

Carlos Oliveira apela ainda ao bom senso das comunidades paroquiais para que não promovam a venda de outras velas sob pretexto de colaboração na campanha da Caritas.

A campanha deste ano tem ainda a particularidade de poder contar com a participação de José Mourinho, que é a cara ao spot publicitário, disponível no YouTube.

“Junte-se à Caritas, neste Natal, acenda uma vela pela paz”, pede o treinador de futebol, actualmente ao serviço do Real Madrid, em Espanha.

A Caritas convida ainda cada português a acender uma vela na noite de 24 de Dezembro, véspera de Natal, e a colocá-la à janela da sua casa.

Redacção com Ecclesia

Pub