Pub

Os participantes partiram dos Paços do Concelho depois de uma cerimónia que contou com a bênção dos ciclistas presidida pelo cónego José Rosa Simão, pároco local.

Presentes estiveram ainda o presidente da autarquia, Desidério Silva e o vice-presidente da Associação de Ciclismo do Algarve, Bernardino Caliço.

Esta iniciativa, organizada pela Associação de Ciclismo do Algarve, conta com o apoio do município de Albufeira. “A Câmara tem dado desde a primeira hora o seu total apoio à realização da cicloperegrinação, revendo-se neste género de provas que aliam o esforço individual e colectivo. Aos atletas que vão percorrer mais de 400 quilómetros, desejo uma boa viagem e que regressem desta longa caminhada mais fortes física e espiritualmente”, referiu Desidério Silva.

O percurso foi composto por quatro etapas, num total de 424 quilómetros. A primeira, particularmente difícil pelo dia chuvoso em que realizou, ligou Albufeira a Aljustrel, num total 130 kms, seguindo-se o percurso Aljustrel- Montemor-O-Novo, no dia 10, com 139 kms. Daí, os peregrinos viajaram até Alpiarça (85 kms) e a peregrinação terminou no dia 12, com a etapa Alpiarça -Fátima (70 kms).

As inscrições excederam as expectativas inicialmente previstas. “Este ano batemos o recorde de inscrições com 310 participantes (260 ciclistas e 50 acompanhantes)”, salientou Bernardino Caliço.

A dimensão do evento tem aumentado de ano para ano, o que acarreta medidas de segurança mais restritas. “A caravana da cicloperegrinação estendeu-se ao longo de 1 km, o que nos obrigou a adoptar determinados procedimentos para evitar problemas. Ao longo de 8 anos, não temos registo de qualquer acidente de relevo”, destacou o major Vítor Calado, responsável pela segurança da prova.

A caravana chegou então ao Santuário de Fátima, para participar nas cerimónias da Peregrinação Aniversária de Outubro, que se prolongaram até ao dia 13 de Outubro.

Pub