Pub

“Por cada refeição servida nos 40 restaurantes aderentes à campanha da Páscoa, a CASA recebe uma pequena percentagem que será canalizada para ajudar famílias carenciadas que apoiamos”, explicou à agência Lusa Isabel Cebola, fundadora da CASA em Faro, sublinhando que a CASA “vive exclusivamente do trabalho dos seus voluntários não contando com outro tipo de apoios”.

A campanha, que nesta segunda edição contou com mais restaurantes do que em 2010, visa sensibilizar a população para a “grave situação em que muitas pessoas se encontram” e é um “apelo e um alerta a todos que possam e queiram colaborar, fazendo uma refeição num dos restaurantes”, acrescentou a fundadora da CASA.

O número de refeições distribuídas diariamente pelo Centro de Apoio aos Sem Abrigo (CASA) aumentou de 80 para 500 nos últimos meses, revelou Pedro Cebola, coordenador da CASA.

“Diz não há fome” é o nome da campanha “Páscoa Solidária”, que este ano decorre durante uma semana, entre segunda-feira, dia 18, e dia 25 de abril.

A “Páscoa Solidária” integra ainda uma campanha de recolha de produtos de higiene para crianças, privilegiando-se fraldas, leite, sabonetes, pastas dentífricas, champôs, gel banho, toalhetes, cremes hidratantes. Os produtos doados podem ser entregues entre 21 e 23 de abril no primeiro piso do Mercado Municipal de Faro.

A CASA é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), fundada em Faro há quatro anos, que iniciou o seu trabalho entregando na rua refeições aos sem-abrigo, especificamente a toxicodependentes e alcoólicos, e tem atualmente cerca de 300 voluntários.

Folha do Domingo/Lusa
Pub