Inicio | Ambiente | Aeroporto e praia de Faro vão ficar ligados por ciclovia

Aeroporto e praia de Faro vão ficar ligados por ciclovia

O aeroporto e a praia de Faro vão ficar ligados por uma ciclovia que no futuro terá ligação à cidade, intervenção incluída na requalificação da via conhecida como “estrada da praia”, foi hoje anunciado.

A Câmara de Faro já assinou o contrato para a requalificação da Estrada Municipal (EM) 517, orçada em 690 mil euros, mas o adjudicatário aguarda agora visto do Tribunal de Contas para poder avançar com a obra, avançou o presidente da autarquia, durante uma das visitas integradas no ciclo “Faro Positivo”, iniciativa que visa mostrar obras em curso no concelho.

Segundo Rogério Bacalhau (PSD), esta ciclovia deverá depois expandir-se até à cidade, através do caminho das avestruzes e do parque ribeirinho, estando ainda previsto que, no futuro, este troço da ciclovia – que liga a um outro já existente – tenha também uma via para uso exclusivamente pedonal.

Além da ciclovia, que fará parte da ecovia do Algarve, que liga Sagres a Vila Real de Santo António, prevê-se ainda a execução de uma nova rotunda no cruzamento da estrada municipal com a estrada Arábia e a Quinta do Eucalipto.

Por outro lado, vai ser feita uma reconfiguração da entrada na rotunda do aeroporto, que passa a ter duas vias para facilitar o fluxo de trânsito que se regista sobretudo no verão, quando ali se formam grandes filas.

Mais tarde, a autarquia prevê construir um passeio entre a nova rotunda e a rotunda do aeroporto, de acordo com Cristina Gonçalves, uma das arquitetas envolvidas no projeto da requalificação da estrada e implantação da ecovia.

A intervenção prevê melhores condições de circulação no tapete rodoviário e bermas, “dando resposta à crescente utilização da bicicleta e demais modos suaves registada nos últimos anos”.

Além desta obra, a autarquia vai também lançar outras intervenções na praia de Faro, que, segundo o presidente da autarquia, permitirão ter uma praia “com melhores condições, não só para a época balnear, como para todo o ano”.

Entre as intervenções previstas, contam-se a construção de passadiços de acesso ao areal, danificados pelo temporal registado em março de 2018, e a colocação de escadas em seis pontos e no estacionamento central da praia, num investimento de 148 mil euros.

Segundo o arquiteto António Palma, que coordena o projeto, as escadas de madeira de acesso à praia ficarão parcialmente enterradas na areia, para haver alguma “margem” caso o mar volte a “escavar” a areia, como aconteceu no inverno passado.

Também o parque de campismo da praia de Faro vai ser alvo de obras profundas, no valor de quase 446 mil euros, embora o seu início dependa ainda da decisão relativa à providência cautelar interposta no Tribunal Administrativo e Fiscal de Loulé pela associação de utentes do parque.

Esta ação suspendeu o início das obras de requalificação no espaço, que estava previsto para 01 de outubro, mas as obras deverão avançar assim que haja uma resposta, que Rogério Bacalhau considera que será “favorável” à autarquia, acabando com a ocupação daquele espaço pela associação de utentes.

A requalificação do talude da estrada de acesso à praia de Faro, afetada pelas tempestades dos últimos invernos, num investimento de aproximadamente 89 mil euros, a renovação de instalações sanitárias e a colocação de lava-pés são outras das intervenções previstas.

Verifique também

Cavalos-marinhos da Ria Formosa podem ter refúgios com videovigilância em 2020

Em 2020 vão ser criadas duas zonas de proteção para os cavalos-marinhos da Ria Formosa, …