Pub

Segundo dados do PORDATA (Base de Dados do Portugal Contemporâneo) divulgados esta semana, em Albufeira quase um terço (28%) dos residentes no concelho são estrangeiros, o que constitui um recorde nacional.

“Sempre tivemos uma boa imagem turística e isso também ajuda a que as pessoas se sintam aqui bem”, acrescentou Desidério Silva, enfatizando que muitos deles se encontram integrados no tecido económico da cidade e do concelho.

Sobre as características dos residentes, o autarca sublinhou que na sua maioria se trata de turistas que gostaram do sito e das pessoas e decidiram transferir as suas vidas para a cidade.

“A crise económica acabou por funcionar um pouco como filtro e ficaram os que têm mais capacidade económica”, disse.

Quanto aos cidadãos brasileiros e de Leste, “uma boa parte tem regressado aos seus países nos últimos anos”, observou, garantindo que “não há discriminação de estrangeiros, nem por nacionalidades”.

Sobre o apoio concedido pelo município aos residentes estrangeiros, sobretudo os mais recentes, Desidério Silva garantiu que o gabinete de apoio autárquico está apto a conceder essa ajuda e habituado a fazê-lo.

De acordo com os dados do PORDATA, o concelho de Albufeira tinha em 40.211 habitantes em 2010, dos quais 11.273 (28%) eram estrangeiros.

Lusa

Pub