Pub
© Luís Forra/Lusa
© Luís Forra/Lusa

A Câmara Municipal de Albufeira decidiu manter a época balnear alargada, entre 15 de maio e até 18 de outubro explicando que pretende responder questões de segurança dos turistas e de combate à sazonalidade turística.

“Albufeira é um destino turístico que usufrui de condições climatéricas únicas que permitem alargar a época balnear, o que contribui para reduzir os efeitos da sazonalidade e potenciar o desenvolvimento económico do concelho”, disse o presidente daquela autarquia.

A decisão foi tomada na terça-feira em reunião entre os responsáveis pelos concessionários de praia do concelho, pelo executivo municipal e representantes da Agência Portuguesa do Ambiente, da Região Hidrográfica do Algarve, da Autoridade Marítima e da GNR.

“Temos uma grande responsabilidade porque somos líderes nacionais em bandeiras azuis e também estamos a apostar fortemente nas praias acessíveis” explicou à Lusa o presidente do município, Carlos Silva e Sousa.

O município tem atualmente 13 praias acessíveis a pessoas com mobilidade reduzida.

“Esta medida é também responsável por aumentar a segurança e a vigilância nas nossas praias e consequentemente o bem-estar de quem nos visita”, prosseguiu o autarca.

Tendo em conta a nova legislação que permite que os concessionários funcionem fora da época balnear sem terem de manter as condições de segurança desde que coloquem informação, Carlos Silva e Sousa disse que apelou aos empresários dos concessionários do concelho a manterem a vigilância fora da época balnear.

Aquele concelho tem vindo a optar por um período alargado de época balnear desde 2009.

Pub