Breves
Inicio | Sociedade | Albufeira vai ter o primeiro crematório do Algarve

Albufeira vai ter o primeiro crematório do Algarve

A Câmara de Albufeira adjudicou a construção do crematório municipal, o primeiro da região algarvia, à empresa Cremal, que fica com a concessão e manutenção da estrutura pelo prazo de 30 anos, anunciou ontem a autarquia.

Em comunicado, o município indicou que a construção do crematório, orçada em cerca de 600 mil euros, será suportada integralmente pela empresa, que “pagará mensalmente uma contrapartida financeira à autarquia, resultante da ocupação do espaço e do número de cremações efetuadas.”

O edifício que vai ser construído junto ao cemitério de Vale Pedras de Albufeira, ficará implantado numa área com cerca de 350 metros quadrados, integrando no seu interior uma capela ecuménica e uma sala de despedida, e, no espaço exterior, os jardins “da memória, vertical e o do cendrário, este último o lugar para a deposição das cinzas que não forem solicitadas, com um depósito enterrado e estanque com 50 centímetros de diâmetro.”

Segundo a autarquia, a construção do crematório decorre “da exiguidade que o atual cemitério apresenta, apesar de ser a segunda estrutura do género que serve a zona urbana do concelho”.

“O espaço está praticamente esgotado e o problema estava a preocupar-nos. Atendendo a que temos recebido vários pedidos para a existência de um crematório em Albufeira, vemos esta solução como a mais adequada para o futuro”, frisou Rogério Neto, vereador da autarquia citado no comunicado.

A adjudicação da empreitada de construção e concessão da estrutura crematória foi feita através de concurso público, iniciado em 2015, três anos depois do primeiro concurso aberto pela autarquia não ter registado quaisquer interessados.

O crematório de Albufeira é o primeiro do Algarve, ficando situada a estrutura mais próxima em Ferreira do Alentejo, no distrito de Beja, a cerca de 150 quilómetros de Albufeira.

Verifique também

Ministra diz que as dificuldades nas escalas de Urgência Pediátrica do Algarve ficam resolvidas no final de mês

A ministra da Saúde, Marta Temido, reconheceu hoje que as dificuldades que têm afetado as …