Pub

UvasA produção de uva no Algarve na aumentou 20% na campanha de 2013, em relação ao ano passado, e a de vinho cresceu 10%, segundo as estimativas da Direção Regional de Agricultura e Pescas da região.

“As nossas previsões, as quais fornecemos ao Instituto da Vinha e do Vinho, apontam para um aumento de produção na ordem dos 10%. Em termos de produção de uva a nossa estimativa neste momento é para um aumento na casa dos 20%”, disse à Lusa o diretor de Agricultura e Pescas, Fernando Severino.

O responsável prevê que, devido à “excelente qualidade da uva, o ano de 2013 venha a ser um ano de referência em termos de vinho de qualidade”.

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística, a região algarvia registou, em 2012, uma produção de 1,234 milhões de litros de vinho”, tendo em conta a produção vinícola declarada em mosto por local de vinificação.

“Se houver um aumento de 10% em 2013, atingiremos os 1,357 milhões de litros” nesta campanha”, estimou Fernando Severino.

O aumento de produção de uva e, como consequência, de vinho, explica-se pela “pouca humidade” registada até setembro deste ano e pelo registo de poucas doenças no setor.

“Praticamente quase até ao final de setembro, e de uma forma quase constante, o ano decorreu em termos climatéricos com pouca humidade. Isso permitiu que não houvesse grandes prejuízos causados pelas doenças endémicas que atacam a vinha, tais como o míldio e o oídio”, referiu o diretor.

Como a vinha se “manteve sadia”, foi possível realizar grande parte das vindimas antes das chuvas, que apareceram no final de setembro, concluiu.

O Algarve tem atualmente cerca de 700 hectares de vinhas e tem recebido várias medalhas nesta área.

Pub