Pub

"Há dois anos os turistas espanhóis na região subiram 9%, mas em 2012 desceram mais de 20%. O que vamos procurar, este ano, é que haja um aumento, para reduzir o défice, e dentro de dois anos ter claramente um movimento que possa cobrir os números de 2011", explicou o presidente da Entidade Regional de Turismo do Algarve (ERTA).

"Queremos reforçar o peso dos turistas espanhóis no Algarve, até porque em altura de crise os mercados de proximidade têm tendência para ficar mais perto. O mercado espanhol pode assumir um peso muito mais forte, através destas ações de promoção", sublinhou Desidério Silva.

O responsável falava à agência Lusa após a assinatura, em Pontevedra, Galiza, de um protocolo de promoção naquela região autónoma de Espanha, país que ocupa o quarto lugar na origem dos 5 milhões de turistas que visitam o Algarve anualmente.

Este acordo, que envolve ainda a Associação Turismo do Algarve e as autoridades daquela província espanhola, prevê ações de promoção e divulgação da região portuguesa nos espaços públicos de Pontevedra e vice-versa.

"O Algarve pode ser um praia da Galiza, região que, como sabemos, também tem praias. Mas nós temos água com temperaturas muito superiores e isso pode fazer toda a diferença para cativar estes turistas, com um clima mais interessante e motivos de atração todo o ano", afirmou Desidério Silva.

Apesar da distância ao Algarve, nos extremos norte e sul da Península Ibérica, o presidente da ERTA recorda que estas duas regiões estão ligadas diretamente por autoestradas e que as afinidades entre a Galiza e Portugal funcionam como uma vantagem.

"Estamos falar de uma distância grande, mas que é também de proximidade, em tempos de crise. Sabemos ainda que os galegos têm uma apetência muito grande pelo Algarve, como destino de férias. Preferem a nossa região à Andaluzia [sul de Espanha], pela língua e pela gastronomia", enfatizou o responsável pelo turismo algarvio.

Depois de setembro serão firmados protocolos de promoção semelhantes com as províncias espanholas da Extremadura e de Madrid.

Lusa

Pub