Inicio | Sociedade | Algarve e Alentejo com poucas candidaturas a projetos de apoio social

Algarve e Alentejo com poucas candidaturas a projetos de apoio social

Encontro_responsabilidade_social_misericordia_albufeiraA diretora de Inovação Social da Fundação EDP lamentou hoje que o Algarve e o Alentejo sejam as duas regiões do país que apresentam menos candidaturas a projetos de apoio social daquela instituição.

“Temos o mapeamento, o que nos dá uma noção geral pelo país, e o Algarve e o Alentejo são as regiões que têm menos candidaturas e as que passam menos candidaturas para a fase final”, disse Margarida Pinto Correia, à margem do II Encontro de Responsabilidade Social, em Albufeira.

A diretora de Inovação Social da Fundação EDP disse, ainda, que além do número reduzido de candidaturas das associações e entidades apresentadas àquela instituição, as mesmas “são frágeis”.

Margarida Pinto Correia assegurou que vai tentar inverter a situação, trabalhando conjuntamente com as universidades.

“Há dinheiro disponível para apoiar bons projetos em todo o país e a intenção é trabalhar conjuntamente com as universidades”, sublinhou, acrescentando que o repto à instituição superior do Algarve será lançado em breve.

Para esta responsável, o trabalho conjunto com as universidades pode beneficiar os alunos nos possíveis estágios, na informação e conhecimento que adquirem com o trabalho social e, além disso, as universidades têm disponibilidade para trabalhar com as instituições, quer no focar da sua ideia, quer depois no capacitar e acompanhar uma candidatura”.

De acordo com Margarida Pinto Correia, a Fundação EDP tem disponíveis 1,5 milhões de euros para apoiar projetos em 2015.

Verifique também

Insólito: Solo “engole” carro em Olhão devido ao rebentamento de uma conduta

O rebentamento de uma conduta na via pública, em Olhão, provocou hoje a queda de …