Pub

Projeto_ruta_ceceO projeto de Cooperação Empresarial e Comércio Eletrónico (CECE) foi ontem apresentado em Faro e tem o objetivo de aprofundar a colaboração ao nível empresarial e de comércio eletrónico entre empresas do Algarve e da Andaluzia (Espanha).

Em declarações à Lusa, o vereador da Câmara de Faro, Paulo Santos, explicou que o projeto transfronteiriço é importante, pois trata de cooperação ao nível empresarial entre empresas do Algarve e da Andaluzia.

“É importante esta sinergia para que a economia se suporte nestas duas zonas”, afirmou Paulo Santos, acrescentando que o CECE termina em junho de 2015.

Neste momento está a ser desenvolvida a primeira fase do CECE – a da identificação das empresas – seguir-se-á a parte da formação online, e depois haverá uma terceira fase onde se pretende incentivar a partilha entre as empresas dos dois países envolvidas no projeto, explicou João Vargues.

O CECE visa apoiar a “integração de empresas na sociedade do conhecimento”, “impulsionar o empreendedorismo cooperativo Algarve-Huelva”, “aproveitar as sinergias e oportunidades de negócio” e “criar emprego e reforçar a cooperação”, adiantou Carlos Luís, presidente da Confederação dos Empresários do Algarve (CEAL), que apresentou ontem de manhã o projeto em Faro.

O projeto, que envolve um investimento de cerca de um milhão de euros pode, por exemplo, pôr as duas regiões a cooperar no negócio da laranja ou do morango e o público-alvo são empresários, designadamente os jovens.

Os resultados esperados são uma dinamização empresarial transfronteiriça, assim como a implementação do “ecommerce” e o apoio à comercialização.

O projeto é cofinanciado pelo Programa Operacional de Cooperação Transfronteiriça Espanha – Portugal (POCTEP), numa parceria entre o Algarve e a Andaluzia que conta com oito sócios coordenados pelo Município de La Palma del Condado.

Alguns dos oito sócios são a Câmara de Faro, os municípios espanhóis de La Palma del Condado, Pablos de la Frontera, Almonte e Lepe, a CEAL (Portugal) e a União das Associações de trabalhadores Autónomos e Empreendedores.

“Hoje amplia-se a ponte entre Portugal e Andaluzia. Um abraço entre duas zonas muito parecidas com um compromisso empresarial. Estamos muito satisfeitos porque Andaluzia e Portugal têm agora um vínculo económico”, declarou Manuel Félix, alcaide de La Palma del Condado, um dos quatro municípios espanhóis que participa no projeto CECE.

Pub