Pub

O presidente do Turismo do Algarve, Nuno Aires, disse à Lusa que "existe essa recolocação de passageiros" e "é previsível que haja um aumento" do número de visitantes redirecionados daqueles dois países para a principal região turística de Portugal.

"O Turismo do Algarve foi e está a ser pró ativo desde que foram detetados problemas com a operação turística no Magreb, nomeadamente na Tunísia e no Egito”, explicou Nuno Aires, acrescentando que foram contactados agentes turísticos e de aviação para perceber se o Algarve poderia ser alternativa.

“E a verdade é que têm sido bem acolhidos", sublinhou.

Questionado sobre se o número de voos para Faro pode vir a aumentar por causa deste redireccionamento turístico, Nuno Aires respondeu que, "se a operação turística é redirecionada, está-se a falar também de voos".

Segundo o presidente do Turismo do Algarve, uma das companhias que vai redirecionar passageiros para o Algarve é a Jet2, que também já aumentou os voos para destinos turísticos de Espanha como Canárias e Maiorca, mas “há outras companhias que estão a fechar acordos com operadores no Algarve".

Lusa

Pub