Pub

Na cerimónia, em que Portugal foi também distinguido com o galardão de melhor destino de golfe da Europa, no que respeita às categorias disputadas apenas entre unidades portuguesas, o Algarve revelou-se o grande vencedor, arrecadando sete de oito galardões.

Cristopher Frost, vice presidente dos WTA, disse aos jornalistas que estes prémios são a prova de que o Algarve é um "excelente mercado" e de que os turistas continuam a visitar a região, sobretudo os clientes de ‘resorts’ de luxo, que não estão a ser tão afetados pela crise.

A entrega dos galardões, considerados os óscares do turismo, decorreu no recém inaugurado hotel Conrad Algarve, na Quinta do Lago, numa iniciativa organizada em parceria com o Turismo do Algarve, que contou com a presença de representantes de 35 países.

O hotel algarvio Vila Joya foi considerado o melhor boutique ‘resort’ europeu, à semelhança de edições anteriores, e o Conrad Algarve o melhor novo ‘resort’ europeu.

As unidades hoteleiras Dunas Douradas Beach Club e Martinhal Beach Resort & Hotel, no Algarve, foram ainda distinguidas com os prémios de melhor complexo de moradias e melhor ‘villa resort’, respetivamente.

A distinção para o melhor hotel para conferências foi atribuída ao Ria Park Hotel & Spa, tendo o Sheraton Algarve Hotel e Pine Cliffs Resort sido distinguido como o melhor ‘resort’ familiar.

Os restantes hotéis distinguidos foram o Le Meridien Penina, considerado o melhor golfe ‘resort’, o Hilton Vilamoura, considerado o melhor hotel, e o Conrad Algarve, distinguido como o melhor novo ‘resort’ de luxo.

O Le Meridien Penina Golf & Resort recebeu ainda o prémio para melhor ‘resort’, enquanto o Blu & Green Vilalara Thalassa Resort foi considerado o melhor Spa ‘resort’.

A cerimónia de prémios WTA, aclamada como os óscares da indústria de viagens pelos órgãos de comunicação mundiais, premeia as marcas do setor do turismo que deram o maior contributo para a indústria ao longo do ano.

Redação com Lusa
Pub