Pub

Em declarações á Lusa, o presidente da Câmara de Aljezur, José Amarelinho, confessou hoje estar “orgulhoso” e “honrado” com a distinção, promovida pela Associação Bandeira Azul da Europa

“Para todos nós é um motivo de muita honra, atendendo que submetemos esta candidatura e sabíamos que íamos ser avaliados por uma série de itens que tinham a ver com o desenvolvimento sustentável, conservação da natureza e dos valores ambientais, qualidade do ar e da água, recolha dos próprios resíduos, turismo da natureza, produtos agrícolas, como a batata-doce, e o ordenamento do território”, declarou o autarca socialista de Aljezur

José Amarelinho referiu que a estratégia do município nestas áreas encaixa “que nem uma luva” na iniciativa e que a atribuição do galardão mostra que o concelho está “no sentido correto para o desenvolvimento sustentável”

As áreas avaliadas correspondem a 21 indicadores, designadamente educação ambiental para o desenvolvimento sustentável, sociedade civil, emprego, instituições, conservação da natureza, ar, água, energia, resíduos, mobilidade, ruído, agricultura, turismo e ordenamento do território

O município de Aljezur passou no teste em mais de “50% dos 21 indicadores” definidos no âmbito deste programa, os quais são avaliados por um júri especializado composto por representantes de diversas entidades setoriais públicas e privadas nacionais

Pub