Pub

restauro_altar_mor_igreja_matriz_portimaoO altar-mor da igreja matriz de Portimão vai ser alvo de um restauro.

A intervenção visa a desinfestação de insetos xilófagos, a consolidação da estrutura e de peças de talha, a limpeza da sujidade acumulada, a limpeza da folha de ouro e a sua reposição em zonas onde desapareceu.

A obra insere-se num conjunto de iniciativas com vista à celebração em 2017 dos 550 anos do decreto do bispo do Algarve que autorizou aos moradores de Portimão a construção daquela igreja.

A intervenção, realizada por cinco técnicos, tem duração prevista de dois meses e custará 35.424 euros, totalmente suportados pela paróquia.

Agradecemos à Santa Casa da Misericórdia de Portimão e ao Centro de Apoio a Idosos que generosamente estão a colaborar com as refeições.

O pároco da paróquia matriz de Portimão, padre Mário de Sousa, considera que a intervenção “restituirá ao altar a sua imponência original”.

Recorde-se que em 2011, a igreja matriz foi alvo de grandes trabalhos de conservação do edifício, inaugurados após mais de oito meses de intervenção, que incluíram o restauro dos altares.

O edifício, exemplar do período tardo-gótico português, é o mais notável da cidade de Portimão, datado do século XV e reconstruído após o terramoto de 1755.

Pub