Pub

Destruicao_apoios_praias_aljezurAs praias de Aljezur, que sofreram danos com o mau tempo, vão receber recargas de areia e obras de reparação até ao início da época balnear, assegurou ontem o presidente da Sociedade Polis Litoral Sudoeste.

O presidente do conselho de administração da Sociedade Polis Litoral Sudoeste, André Matoso, declarou à Lusa que as empreitadas no concelho de Aljezur vão estar prontas até ao “início da época balnear” e que o valor é de 280 mil euros.

Nas praias da Amoreira, Bordeira, Monte Clérigo e Arrifana está prevista a desobstrução das fozes das ribeiras e efetuar as recargas daqueles areais, informa, por seu turno, a Câmara de Aljezur, em comunicado.

O Polis Litoral Sudoeste prevê também desobstruir a foz da ribeira da praia de Odeceixe, fazendo a recarga do areal e colocando paliçadas ou regeneradores dunares no sentido de melhorar a defesa contra o galgamento.

Atenuar o risco nos acessos ao Pontal da Carrapateira e Praia da Bordeira, adaptar as estruturas de apoio (passadiços) à praia a condições extremas de agitação marítima é outra das empreitadas previstas, enumera a autarquia, acrescentando que se vai também reparar as rampas de acesso das embarcações e proceder à limpeza das baías.

O Porto da Arrifana vai ser alvo de uma avaliação e vai ter um projeto de reparação para aquela estrutura (molhe).

No âmbito das obras de reparação dos estragos provocados pelo mau tempo estão ainda previstas “reparações pontuais em escadarias e passadiços em diversas zonas e praias afetadas.

A preparação dos elementos para o lançamento dos concursos está a ser feita entre a Câmara de Aljezur, Administração da Região Hidrográfica do Algarve e Instituto de Conservação da Natureza, disse André Matoso.

A devastação causada pelo mau tempo deste inverno, no início de janeiro, provocou alguns milhares de euros de prejuízos no Algarve.

Em Vila do Bispo, por exemplo, a fatura foi de 300 mil euros, no concelho de Lagoa os valores aproximam-se dos 200 mil euros e, em Portimão, os estragos rondam os 60 mil euros. Um pavilhão desportivo da Câmara de Portimão ficou danificado e os prejuízos chegam aos 10 mil euros.

O programa Polis Litoral Sudoeste integra a requalificação e valorização da orla costeira dos concelhos de Sines, Odemira, Aljezur e Vila do Bispo, abrange uma área de intervenção de 9.500 hectares, cujo valor global de investimento ronda os 47 milhões de euros, lê-se na página da Internet daquela empresa pública especializada em ordenamento do território.

Pub