Breves
Inicio | Sociedade | Ano Novo: Câmaras algarvias com festas de rua para entrar no novo ano a baixo preço

Ano Novo: Câmaras algarvias com festas de rua para entrar no novo ano a baixo preço

Cada vez mais autarquias da região apostam em festas de rua para o "revéillon", que, apesar da crise, este ano deverá atrair mais turistas do que em 2008, segundo as previsões das associações de hotelaria.

Em Albufeira, a festa começa com a actuação da banda portuguesa The Gift, numa noite em que a autarquia distribuirá 50 mil "flûtes" de champanhe na expectativa de bater o recorde mundial do maior brinde do mundo.

Depois do fogo de artifício e da tentativa de juntar 50 mil pessoas num só brinde, sobe ao palco da Praia dos Pescadores a dupla de noruegueses Madcon (Mad Conspiracy), conhecidos pelos seus ritmos de "hip hop".

Já em Portimão, a autarquia aposta na música de dança e num espectáculo de percussão pelo colectivo "Wok", composto por 16 elementos e que actua a partir das 23:00 na Zona Ribeirinha da cidade.

Depois do tradicional fogo de artifício que marcará a entrada no novo ano, actua no mesmo local a brasileira Edna Pimenta, estando ainda previsto que até às 02:00 vários DJ actuem no Miradouro da Praia da Rocha.

O programa das festas em Portimão estende-se até 04 de Janeiro com a quarta edição do festival de humor "Solrir", que decorre no Portimão Arena e conta com a presença de Herman José, Fernando Mendes, Francisco Menezes e Aldo Lima, entre outros.

A capital algarvia também tem preparado um programa de festas, que abre com o concerto "Rock in Portugal", um espectáculo da banda Maria da Fonte que relembra artistas como Jorge Palma, Heróis do Mar e Lena d’Água.

Depois da meia-noite sobem ao palco montado no Largo de São Francisco, no centro de Faro, os sevilhanos La Selva Sur, grupo conhecido pela fusão dos géneros "funk", "reggae", "rock" e ritmos latinos.

Em Quarteira, a festa faz-se com um concerto dos portugueses O’questrada, banda cuja música é uma espécie de "fado dos subúrbios", e de José Cid, que actua também no palco montado na Praça do Mar.

Em Olhão, as honras da casa são feitas pelas bandas locais Zeus e Íris, que actuam junto ao Jardim do Pescador Olhanense, mesmo em frente à Ria Formosa, de onde à meia-noite é lançado o habitual fogo de artifício.

No segundo dia do ano, o Auditório Municipal de Olhão recebe o Concerto de Ano Novo e Reis, pela Orquestra Filarmónica das Beiras, que vai interpretar temas de Johann Strauss, entre outros.

Em Monte Gordo, Vila Real de Santo António, a autarquia preparou um programa de quatro dias de festa, entre quarta-feira e sábado, com concertos e DJ portugueses e estrangeiros.

A noite de fim de ano será animada pela banda cubana Los Angeles de la Habana, a que se segue a actuação dos DJ Flip d’Palm e Guru Josh Project.

Verifique também

Câmara regozija-se por Concentração de Motos de Faro com 25 mil pessoas e sem incidentes

A 38.ª Concentração Internacional de Motos terminou ontem com o tradicional desfile sem incidentes ou …