Pub

António Serrano estará na cidade algarvia às 11:30 para participar na apresentação do Observatório de Aquicultura, que visa promover investimentos para criação de pescado e bivalves em jaulas no Algarve e ficará instalado nas antigas instalações da Direcção Geral das Pescas, no Porto de Olhão.

O Observatório, que irá promover mais investimentos e divulgar os recursos naturais que o Algarve tem para a engorda de peixe, é fruto de uma parceria entre o Ministério, a Câmara Municipal de Olhão e as associações do setor da aquicultura, explicou uma fonte do Ministério da Agricultura.

António Serrano, que estará acompanhado do secretário de Estado das Pecas e Agricultura, Luís Vieira, vai também presidir à adjudicação da "offshore" da Ilha da Armona (Olhão), uma área de 34 quilómetros quadrados de extensão em zona marítima que será dividida em parcelas para instalar novos investimentos na área da aquicultura.

Após a adjudicação da "offshore", o ministro vai lançar a primeira pedra da Freitas Mar, unidade industrial conserveira que será construída na cidade com a mais recente tecnologia e conta com um investimento de cerca de 2,5 milhões de euros, apoiada pelo Programa Operacional Pesca para o período 2007-2013 (Promar).

Durante a cerimónia de lançamento da primeira pedra vai ser ainda assinado um contrato com outro investidor no setor das conservas para a construção de mais uma unidade conserveira em Olhão, indústria que o ministério considera ser um dos “pilares da aposta do investimento no setor das pescas” por ser um produto exportável.

Lusa

Pub