Pub

De acordo com informação disponibilizada na página do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) na Internet, na Ria Formosa e Olhão está interdita a apanha do berbigão e no litoral de Vila Real de Santo António-Tavira a conquilha.

Em causa está, segundo IPMA, a presença de toxinas que podem provocar diarreia.

“Devido à presença de fitoplâncton produtor de toxinas marinhas ou de níveis de toxinas acima dos valores regulamentares estão interditas temporariamente a apanha e captura, com vista à comercialização e consumo, as espécies de bivalves provenientes naquelas zonas de produção”, refere o IPMA.

No litoral de Viana do Castelo e no litoral de Olhão e Faro está interdita a apanha de “todos os tipos de bivalves”. No litoral de Matosinhos, no norte do país, é proibido apanhar todas as espécies, exceto a amêijoa-branca.

No litoral de Vila Real de Santo António-Tavira é proibido apanhar todas as espécies de bivalves, exceto conquilha.

O IPMA indica ainda que na Ria de Aveiro está proibida a apanha de mexilhão.

A última atualização do IPMA relativa a estas interdições data de segunda-feira.

Lusa

Pub