Pub

A ação de fiscalização foi feita à venda de pescado em local "não habilitado nas imediações do Porto de Pesca de Quarteira" e resultou na apreensão de "452 quilos de pescado diverso, tendo 116 quilos sido considerados impróprios para consumo e consequentemente destruídos", disse à Lusa o coordenador da Unidade de Controlo Costeiro de Olhão.

O pescado foi apreendido a três vendedores, por oito homens da Unidade de Controlo Costeiro da GNR, quando se procedia à sua venda na via pública sem qualquer tipo de condições higieno-sanitárias, explicou a fonte policial.

Nos últimos meses foram efetuadas 23 apreensões de pescado naquele mesmo local de Quarteira, totalizando das apreensões 1200 quilos de pescado diverso, dos quais foram considerados 236 quilos impróprios para o consumo, por veterinário competente.

Durante as diversas fiscalizações efetuadas ao local, foram identificados 19 vendedores.

Lusa

Pub