Pub

Segundo a autarca, os assaltantes terão conseguido abrir sem recurso a arrombamento a porta traseira do castelo, por onde entraram, tendo-se dirigido ao cofre onde é guardado o dinheiro.

“Não partiram nada, sabiam bem onde estava o cofre e fizeram tudo como profissionais”, contou Isabel Soares, sublinhando que os assaltantes praticamente não deixaram vestígios ou marcas que os denunciassem.

Apesar de o local ser vigiado por câmaras, os ladrões tiveram o cuidado de levar consigo as cassetes da videovigilância, acrescentou.

No local esteve a GNR de Silves, que tomou conta da ocorrência.

O caso deverá agora ser investigado pela Polícia Judiciária.

Lusa

Pub