Pub

O plano abrange uma área de mais de 50 hectares, situada junto a uma das mais movimentadas entradas na cidade – a Estrada de São Brás de Alportel -, com acesso direto à Via Infante (A22) e ao Aeroporto de Faro.

Promovido pelo Fundo de Investimento Imobiliário Fechado (Imogharb) em colaboração com a autarquia o plano inclui a construção do empreendimento "Amoreira Faro", que deverá ter áreas residenciais, comerciais e um parque de exposições.

O plano, cuja nova versão esteve em discussão pública até 29 de março, foi contratualizado pelo executivo de José Apolinário (PS) que previa em 2009 a instalação de um centro comercial “Dolce Vita”, hipótese entretanto afastada.

O projeto do parque verde, assinado pelo arquiteto Sidónio Pardal, autor do parque urbano da cidade do Porto, inclui a criação de lagos e canais, caminhos pedestres, esplanadas, quiosques e áreas de estadia.

O objetivo é estabelecer, através da demarcação do parque, “uma gradual transição entre a área urbanizada e a Campina de Faro” e criar uma “nova centralidade”, lê-se no documento da proposta de plano.

Além deste espaço verde poderá ainda nascer naquela faixa norte da cidade um parque de feiras e exposições, um Lar de Idosos da Misericórdia de Faro, zonas residenciais e uma área destinada ao comércio.

Os promotores do "Amoreira Faro" estimam que a operação de loteamento do empreendimento esteja concluída até ao final do ano para que a sua construção possa arrancar no início de 2012, referem hoje em comunicado.

Na nota lê-se ainda que o investimento total é de 350 milhões de euros e que está prevista a criação de 5500 postos diretos e indiretos de trabalho.

Estimam ainda que no final de 2014 estejam integralmente concluídas as obras da urbanização e do parque verde, cuja área é de 11 hectares.

Lusa
Pub