Breves
Inicio | Sociedade | Assinada a escritura da permuta do edifício para Centro Pastoral da paróquia matriz de Portimão

Assinada a escritura da permuta do edifício para Centro Pastoral da paróquia matriz de Portimão

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

A escritura da permuta do terreno de 30.000 m2, propriedade da paróquia matriz de Portimão, e o edifício da antiga Caixa Agrícola de Portimão, adquirido pela Câmara Municipal, ambos com um valor de um milhão de euros, foi assinada no passado sábado.

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

A Câmara Municipal de Portimão tinha enviado o processo para o Tribunal de Contas que aprovou a permuta e a assinatura do documento foi feita no final da missa de receção da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima, que teve lugar no Portimão Arena.

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

Na ocasião, o pároco da matriz de Portimão destacou o significado de assinatura ocorrer naquele dia em que a Igreja celebrou a Festa da Sagrada Família. “De facto há coisas tão bonitas porque são sinais. Sem sabermos disto, aquela casa foi dedicada à Sagrada Família e é no dia da Sagrada Família que a escritura vai ser assinada”, constatou o padre Mário de Sousa, sendo interrompido por uma enorme salva de palmas.

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

Em nome da comunidade paroquial agradeceu “a todos aqueles que perceberam” que aquele edifício “é para o bem da cidade”. “Naquela casa faz-se muito bem. Todos os dias são servidas 60 refeições na Cantina Social e todos os meses são assistidas 220 famílias, cerca de 700 pessoas, para já não falar na educação da nossa juventude que são o futuro da nossa cidade: jovens, escuteiros e cerca de 750 crianças na catequese. Tanto bem que aquela casa vai fazer aos portimonenses porque é para eles que ela se destina”, afirmou, lembrando que o edifício “não é para fazer uma empresa, nem para outro qualquer objetivo”, mas para “ajudar a educar grandes cristãos” que, “sendo grandes cristãos serão, de certeza, grandes cidadãos”.

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

A permuta, cuja escritura foi agora assinada, tinha sido aprovada primeiramente em sessão de câmara de 10 de fevereiro deste ano e depois pela Assembleia Municipal de Portimão em maio.

Constituído por cave e quatro pisos, cada um com uma área de cerca de 300m2, o edifício, no qual a paróquia tem vindo a implantar o Centro Pastoral, destina-se ao uso das necessidades crescentes da comunidade.

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

Na cave e em parte do rés-do-chão funcionam os serviços da Cáritas Paroquial (atendimento, banco de alimentos, roupa e ajudas técnicas, loja solidária) a que se soma a Cantina Social, a funcionar desde fevereiro no restaurante ao lado, adquirido pela paróquia. No rés-do-chão funcionará ainda a sala de acolhimento, com um pequeno bar (que permitirá o convívio e um espaço em que os pais podem esperar pelos seus filhos) e um salão paroquial, com capacidade para 200 pessoas.

No primeiro andar a paróquia irá edificar seis salas de catequese, secretaria e uma capela/oratório, onde os grupos de catequese ou de adultos possam rezar.

Edificio_centro_pastoral_paroquialNo segundo andar já funciona a sede do Agrupamento 159 do Corpo Nacional de Escutas e no terceiro andar funcionará o auditório/sala de convívio.

O edifício onde até agora tem estado localizada a ação pastoral será transformado em ATL social, conforme anunciou o padre Mário de Sousa, em 22 de fevereiro na inauguração e bênção da Cantina Social da paróquia.

Verifique também

Cáritas do Algarve assinalou os 50 anos do seu Centro Infantil

A Cáritas Diocesana do Algarve assinalou na passada sexta-feira os 50 anos do seu Centro …

0