Breves
Inicio | Ambiente | Associação In Loco distinguida pela ONU com galardão de combate à desertificação

Associação In Loco distinguida pela ONU com galardão de combate à desertificação

A Associação In Loco obteve o galardão “Dryland Champions 2016”(Campeões das Zonas Áridas), atribuído pela Comissão Nacional de Combate à Desertificação, uma iniciativa da ONU que distingue quem fornece contributos relevantes para a gestão sustentável das terras.

Segundo uma nota desta associação, enviada à agência Lusa, a distinção foi atribuída pelo trabalho desenvolvido em vários projetos, incluindo a promoção de hortas urbanas no Algarve, em parceria com várias autarquias da região, que tem permitido a ocupação de terrenos devolutos para fins produtivos, com recurso à prática da agricultura biológica.

Outro dos projetos prende-se com a organização de circuitos curtos de produção e consumo de agroalimentares, onde se destacam os mercados locais e o PROVE, tendo este último permitido a criação de diversos núcleos de produtores familiares na região e o fornecimento de alimentos frescos através de cabazes.

A associação In Loco promoveu ainda o combate ao desperdício alimentar, sendo de destacar o processo de sensibilização de autarquias, escolas, instituições sociais, restaurantes, entre outros, para esta problemática, bem como o pioneirismo do rastreio do desperdício efetuado nos concelhos de São Brás de Alportel e de Loulé.

“Apesar de o galardão ter sido atribuído com base nos projetos, a In Loco considera que este prémio é fruto do trabalho de 28 anos da Associação no interior do Algarve. Este reconhecimento não distingue somente a entidade, mas também as populações locais e as entidades que ao longo deste tempo têm trabalhado em conjunto connosco”, realçou a associação, que obteve o galardão pelo segundo ano consecutivo.

O programa “Dryland Champions” surgiu após a Conferência Rio+20, realizada em 2012, no Rio de Janeiro, em que as Nações Unidas reconheceram a necessidade de ações de parar e reverter a degradação dos solos, enquanto recurso essencial à Vida.

As ações foram agrupadas sob um único objetivo a alcançar nos próximos anos: “Um Mundo com zero degradação das Terras”.

“Assim, visando alcançar um Mundo Neutro de Degradação das Terras, a implementação da Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação começa, literalmente, à porta de cada cidadão”, lembra a In Loco.

Sob o lema “Eu sou parte da solução”, a iniciativa das Nações Unidas focaliza-se sobretudo nas pessoas, no seu empenho e esforços para promover e melhorar nas zonas áridas os meios de subsistência das populações e as condições dos ecossistemas afetados por desertificação e seca.

Verifique também

Praia dos Salgados interdita a banhos por contaminação microbiológica

A praia dos Salgados, em Albufeira, foi ontem interditada a banhos pela delegada de Saúde …