Pub

O presidente da Sociedade Portuguesa de Diabetologia (SPD), José Manuel Boavida, disse à agência Lusa que a doença em Portugal "tem registado um aumento impressionante" e "nos últimos 20 anos deve ter quadruplicado o número de doentes com diabetes".

"Para dar uma ideia, um médico de família tinha em média 30 a 40 diabéticos na suas listas de doentes e hoje tem 100 a 120, quatro a cinco vezes mais do que acontecia há 20 anos", afirmou José Manuel Boavida, dizendo que o Congresso vai analisar as medidas de prevenção e "o aumento impressionante da diabetes".

Boavida frisou que, relativamente a este tema, vai realizar-se no segundo dia de trabalhos um simpósio sobre "A situação da diabetes em Portugal", que vai ser presidido pelo diretor geral de Saúde, Francisco George.

"Vão ser discutidas as questões de quantos diabéticos há em Portugal, como é a sua vida e qualidade de vida, quanto custam e o que é que o Ministério de Saúde e o programa nacional de prevenção e controlo da diabetes têm planeado neste âmbito", adiantou.

O presidente da SPD disse também que, no que respeita às novas ideias e novos tratamentos, “vão ser abordados aspetos relacionados com a terapia genética na diabetes, a importância das bombas de insulina, a importância cada vez mais presente do intestino e das hormonas produzidas no intestino como aspetos relevantes e que irão fazer as grandes novidades dos próximos anos".

José Manuel Boavida disse ainda que vão ser debatidos “temas polémicos”, nos quais se discutirá se a progressão da doença pode ser travada através da adoção de estilos de vida saudáveis, se a introdução de medicamentos em fases mais precoces da doença é benéfica ou se as novas insulinas merecem o que se paga por elas.

O dirigente da SPD destacou ainda um simpósio sobre direitos de pessoas com diabetes, que contará com o provedor de Justiça, Alfredo José de Sousa, e palestras de "nomes de grande relevo internacional”, como Phillipe Froguel, “o pai da educação dos doentes com diabetes”, ou Rhys Williams, “um dos maiores epidemiologistas mundiais”.

A diabetes é uma doença crónica que se caracteriza pelo aumento dos níveis de açúcar (glicose) no sangue e pela incapacidade do organismo em transformar toda a glicose proveniente dos alimentos. À quantidade de glicose no sangue chama-se glicemia e quando esta aumenta diz-se que o doente está com hiperglicemia.

Lusa

Pub