Pub

De acordo com Carlos David Marques, citado na nota, a candidatura à autarquia de Silves tem por objetivo "travar as políticas de austeridade, destruidoras do Estado social e do serviço público implementadas pelo Governo no país e no concelho".

Com o lema "resgatar a democracia local/responder à emergência social", a candidatura bloquista visa "contribuir para a derrota local do executivo PSD e para a demissão do governo da coligação PSD/CDS".

Carlos David Marques, de 45 anos, professor de artes visuais, é dirigente sindical e membro da Assembleia de Freguesia de Silves.

O candidato autárquico tem como adversários conhecidos na corrida à Câmara de Silves o atual presidente da autarquia, Rogério Pinto (PSD), a professora Rosa Cristina Palma (CDU) e o advogado Fernando Serpa (PS).

Nas eleições autárquicas em 2009, o PSD venceu as eleições com 39,54% dos votos (três mandatos), mas perdeu a maioria conquistada em 2005, o PS obteve 31,89% (três mandatos) e o PCP/PEV 18,67% (um mandato).

O BE alcançou 5,88% dos votos e não conseguiu obter qualquer mandato.

No distrito de Faro, das 16 câmaras, o PSD lidera nove e o PS sete.

Lusa

Pub