Pub

“O que o Governo terá de fazer, como em qualquer processo de despedimento coletivo, é verificar como o processo foi conduzido. Portanto, a Autoridade para as Condições de Trabalho irá fazer isso na medida em que é a forma de atuar em todos os casos deste tipo”, afirmou Helena André, à margem do 14.º congresso nacional sobre o direito do trabalho, a decorrer em Lisboa.

Helena André já havia afirmado na quarta feira, durante a sua audição nas comissões parlamentares de Trabalho e de Orçamento e Finanças (no âmbito da proposta de Orçamento do Estado para 2011), que o papel do Ministério que lidera se limita a garantir “que todos os procedimentos são respeitados” no caso do despedimento de 336 trabalhadores da Groundforce em Faro.

O administrador delegado da prestadora de serviços de assistência de transportes em terra nos aeroportos portugueses indicou na quarta feira que vai suspender a sua operação no aeroporto de Faro e dispensar os 336 trabalhadores.

Lusa

Pub