Pub

"De acordo com as denúncias da Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas de Lagoa (APELA), a portaria que determina a relação auxiliares educativos/alunos não está a ser cumprida no Agrupamento de Escolas da Lagoa. Esta situação compromete a qualidade educativa oferecida às crianças e vem-se juntar às várias preocupações sentidas pela comunidade escolar do concelho", afirmou a deputada Cecília Honório, eleita pelo círculo de Faro.

A parlamentar do BE disse ainda que as reivindicações da APELA dão conta da "contratação de funcionários em regime de contrato de trabalho temporário e de muito baixa remuneração (três euros por hora)", da "falta de competências exigidas para o acompanhamento de crianças" ou de "carências de acessos adequados aos estabelecimentos escolares".

Cecília Honório dirigiu, por isso, uma pergunta ao Ministério da Educação para que explique o porquê da falta de auxiliares e exigiu a "abertura de concursos públicos para a contratação do pessoal não docente em falta no presente ano letivo" e "a adoção de medidas para a melhoria das condições educativas das crianças do concelho de Lagoa".

Lusa

Pub