Pub

“Continuai na estrada a ser um exemplo e a chamar a atenção para não deixarmos morrer o desporto na nossa vida e assim estareis a ajudar a humanidade”, exortou o sacerdote, que incentivou os corredores a continuarem a despertar a consciência de que o desporto é “fundamental para a saúde, para o bem-estar psíquico e físico do ser humano” e “até mesmo para o convívio”. “Creio que Deus vos diz hoje que sois uma «luz», na medida em que «iluminais» as gerações mais novas que têm esquecido o desporto devido às tecnologias que vão aparecendo e se vão renovando constantemente. Sois uma «luz» importante quando nos ajudais a olhar o desporto, e o ciclismo de modo particular, não somente como um prazer individual ou uma competição desenfreada, mas também como um lugar e um momento de convívio”, acrescentou, destacando o ciclismo também como espaço de “encontro” e “amizade”.

“Deus quer que sejais essas «luzes» que fazem do desporto momentos de encontro pessoal, com Ele, uns com os outros e com a natureza”, acrescentou. “Deus diz-vos hoje: «Eu amo o desporto e também eu amo o ciclismo». Ele pedala convosco, vai convosco na estrada, convive convosco e também ri convosco ou chora quando alguém cai e se magoa ou vai a pensar nos problemas da vida”, garantiu o padre António de Freitas, lembrando o amor incondicional de Deus por cada homem. “Apesar da vida que tendes, de estarem muito ou pouco na Igreja, de serdes muito ou pouco santos, Deus ama-vos infinitamente. Mesmo que não acrediteis nisto, Ele continua a acreditar e a amar cada um de vós”, disse.

Participada por muitos grupos, equipas e clubes de ciclistas e cicloturistas – como o Algarve Nomads, constituído por estrangeiros residentes na região, ou outro em que os membros são agentes algarvios da GNR –, a preparação para a Eucaristia e Bênção dos Ciclistas começou cedo, com a chegada dos carros de bicicletas e respectivos corredores a partir das 8h.

Após a Eucaristia e bênção, os cicloturistas iniciaram um passeio de 60 quilómetros pelo concelho de Albufeira que terminou com um almoço de confraternização, seguido da entrega de lembranças a todos.

A iniciativa deste ano teve ainda a particularidade de apoiar a ADSA- Associação de Dadores de Medula Óssea de Albufeira, através do montante angariado com as inscrições.

Samuel Mendonça

Ouça a conferência:

Homilia da Eucaristia da Bênção dos Ciclistas do Algarve

Pub