Pub

Jose_pedro_machado_centenario
Cartaz

A Biblioteca Municipal de Faro assinala o centenário do nascimento do historiador José Pedro Machado com uma exposição, que está desde ontem patente e se prolonga até dia 15 de novembro, e uma mostra bibliográfica que decorrerá até ao fim do mês.

Integrada nesta iniciativa, no dia 8 de novembro pelas 18h, Teodomiro Neto proferirá uma conferência sobre José Pedro Machado – o ilustre farense e a relevância da sua obra.

José Pedro Machado nasceu em Faro a 8 de novembro de 1914. Formou-se em Filologia Românica na Universidade de Lisboa, em 1939 e em Pedagogia na Universidade de Coimbra em 1948. Discípulo de David Lopes e de José Leite de Vasconcelos, publicou ao longo da vida uma vasta bibliografia nos campos da filologia, história, bibliografia e estudos arábicos, para além de exercer o seu magistério como professor do Ensino Técnico Profissional. São da sua autoria dois dos mais importantes dicionários do nosso idioma, o Dicionário Etimológico da Língua Portuguesa e o Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa.

Pertenceu a diversas instituições científicas nacionais e estrangeiras, nomeadamente a Academia Portuguesa de História (Académico de Mérito), Sociedade de Geografia de Lisboa (Sócio Efectivo), Sociedade de Língua Portuguesa (Sócio de Honra), Real Academia de La Historia (Espanha), Real Academia Sueca de Letras, História e Antiguidades e Academia Brasileira de Filologia.

Foi colaborador assíduo dos Anais do Município de Faro, tendo-lhe sido atribuída, em 1977, a Medalha de Ouro da Cidade. O seu nome está perpetuado na toponímia farense.

Pub