Pub

O bispo do Algarve anunciou que o destino das renúncias quaresmais dos cristãos algarvios este ano reverterá para a Cáritas Diocesana.

“O ano passado não foi possível realizar o seu peditório público, bem como o ofertório nas Eucaristias do dia que lhe é dedicado. O mesmo acontecerá este ano, privando esta Instituição de uma receita significativa, de modo a responder, como é sua caraterística, aos muitos e crescentes pedidos, que não se limitam a bens de primeira necessidade”, justifica D. Manuel Quintas, na sua mensagem para a Quaresma hoje divulgada.

O bispo diocesano exorta “à generosidade nesta partilha fraterna”. “Queremos que a nossa renúncia quaresmal, seja expressão da nossa comunhão eclesial na resposta ao apoio dos mais necessitados”, acrescenta.

A Quaresma é um tempo de 40 dias que se inicia com a celebração das Cinzas (este ano a 17 de fevereiro), marcado por apelos ao jejum, partilha e penitência, que serve de preparação para a Páscoa, a principal festa do calendário cristão, no próximo dia 4 de abril.

Pub