Pub

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

A Diocese do Algarve assinalou ontem a solenidade do Pentecostes com a celebração da eucaristia presidida pelo bispo diocesano na Sé de Faro com administração do sacramento do crisma a 14 jovens e adultos das paróquias de Loulé, Montenegro, São Luís e Sé de Faro.

“Queremos invocar o Espírito Santo com os seus dons sobre cada um de nós, sobre toda a Igreja, mas de maneira particular, sobre os jovens que hoje vão ser crismados”, afirmou D. Manuel Quintas no início da celebração, antes do rito de aspersão com a água benzida.

O prelado lembrou que “ser cristão, ser batizado, ser crismado significa não estacionar, não se acomodar, não parar na própria vida porque isso seria uma contradição à ação do Espírito”.

Lembrando que “o crisma é como se fosse o Pentecostes daqueles que estão a ser crismados”, o bispo do Algarve destacou que “ser batizado e, sobretudo, ser crismado é deixar-se movimentar por este dinamismo do Espírito”. “É isto que é a Igreja em saída de que nos fala tanto o papa Francisco”, acrescentou.

D. Manuel Quintas considerou assim que o crisma ou confirmação é o “sacramento do Espírito Santo” que “põe todos em movimento, em dinamismo missionário, em tensão missionária, ou seja, constantemente abertos, dispostos e disponíveis para serem hoje sinais vivos de Cristo ressuscitado”. “É uma missão urgente para os dias de hoje”, observou, lembrando que os crismados são ungidos com o óleo do crisma para que “difundam por toda a parte o bom odor de Cristo” e que “o que mais contagia, interpela e modifica o ambiente” é o testemunho.

O bispo do Algarve manifestou ainda a sua alegria pelos adultos presentes. “É sinal que os apelos que fazemos ao aprofundamento da fé, de maneira particular para os adultos, está a ser escutado. E é muito consolador ver, entre os grupos de jovens que são crismados, sempre um grupo numeroso de adultos. Isso deve-se ao testemunho de todos os cristãos da diocese”, afirmou.

A solenidade do Pentecostes é celebrada em memória da descida do Espírito Santo sobre os apóstolos após a morte e ressurreição de Jesus.

Fotogaleria:

Pub