Pub

Recorde-se que a instituição educativa da Diocese do Algarve voltou a ser a escola da região melhor classificada, entre privadas e públicas, no ranking dos exames nacionais do 9º ano, divulgado no passado dia 15 de outubro pelo Ministério da Educação, e a 46ª a nível nacional.

D. Manuel Quintas falava no contexto de uma tarde cultural que aquela instituição educativa da Diocese do Algarve promoveu para atribuição dos diplomas de “Quadro de Valor” e de “Quadro de Excelência” aos seus melhores alunos. “Já sei que são bons [alunos], mas gostaria que fossem ainda melhores”, pediu o prelado, considerando aquela homenagem como “a colheita da «sementeira» que os professores, pais e toda a comunidade” realiza naquele estabelecimento de ensino.

“Sabemos que não é fácil nos dias de hoje a transmissão de um ensino de qualidade, que contemple não só a transmissão de conhecimentos mas, sobretudo, de valores, sobre os quais possa ser construída uma vida”, evidenciou o bispo do Algarve, alertando para o risco se “construir uma vida que, na primeira adversidade, facilmente se desmorone”.

Também o presidente da Câmara de Faro, Macário Correia, se regozijou e manifestou “muito orgulho” com o resultado que consolida aquele colégio como uma referência na região algarvia, o estabelecimento com melhores no Algarve ao nível do ensino básico.

A tarde cultural contou ainda com a evocação do galardão Eco-Escolas – a Bandeira Verde 2011 – atribuído ao Colégio de Nossa Senhora do Alto. A atribuição do galardão resulta da existência no colégio de um programa de educação para a sustentabilidade coerente, cumprindo a metodologia proposta pelo Programa Internacional Eco-Escolas da Foundation for Environmental Education, representado em Portugal pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE).

Ao receber a Bandeira Verde 2011, o estabelecimento educativo fica assim com a responsabilidade acrescida de continuar a apostar no Projeto Eco-Escolas. Na prática, compromete-se em continuar a sensibilizar a comunidade escolar e a cidade para a importância da preservação do ambiente.

Samuel Mendonça
Pub