Pub

O bispo do Algarve anunciou ontem à noite na Eucaristia de encerramento do Lausperene Diocesano – a adoração permanente ao Santíssimo Sacramento que a Diocese do Algarve promoveu durante 15 dias, 24 horas por dia, para pedir a Deus vocações de consagração, tanto no sacerdócio, como na vida religiosa ou nos institutos seculares – que os diáconos Fábio Pedro e Samuel Camacho, presentes naquela missa, lhe entregaram os respetivos pedidos para serem ordenados padres.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

“Vejo nisto a resposta que Deus nos dá a duas semanas de oração eucarística pelas vocações. Deus respondeu-nos desta maneira. No culminar destas duas semanas está aqui a resposta de Deus, através destes dois pedidos”, afirmou D. Manuel Quintas, manifestando a sua “alegria muito grande”, na missa a que presidiu ontem à noite na igreja de Monte Gordo.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

“Ele quiseram que este seu gesto coincidisse – porque fizeram esse percurso e esse caminho – com o culminar desta cadeia de oração eucarística e pelas vocações”, explicou, acrescentando que ambos estão “decididos a acolher o dom do presbiterado, se tal for o desejo da Igreja, se a Igreja do Algarve assim o desejar”. “Por isso deve ser motivo de alegria não só para mim, mas para todos nós”, referiu.

O bispo diocesano informou que já despachou o pedido e já determinou que se inicie o processo. “Agora passará um tempo que há-de culminar, esperamos, com a sua ordenação. Não sei quando, ainda, nem onde, mas o que sei é que temos de continuar a rezar por todos e por eles, de maneira particular, que estão nesta etapa final que os há-de levar à ordenação presbiteral, que deve ser motivo de alegria, não apenas para eles mas para todos nós”, adiantou.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

D. Manuel Quintas “gostaria que isto entusiasmasse mais alguém”. “Se, por acaso, Deus está a bater à porta não tenham medo de dizer: «entre!»”, desafiou, exortando os jovens a “deixar Deus entrar na própria vida”. “É com Ele e só com Ele é que conseguimos dizer sim e, sobretudo, caminhar em fidelidade, transformando-nos em dom para os outros como Cristo foi dom para cada um de nós e continua a ser, dom que a cruz nos recorda e que a Eucaristia constantemente testemunha”, prosseguiu na eucaristia que contou com a presença dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude, a cruz e o ícone mariano, que no fim foram entregues por jovens da vigararia de Tavira aos da vigararia de Faro, por onde estão agora a peregrinar.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

“Louvemos o Senhor por este dom e que tudo isto nos estimule, não nos desanime, não nos faça desistir de rezar pelas vocações e de crescer sempre mais também como resposta ao dom de Cristo, sendo dom para os outros”, concluiu na eucaristia concelebrada pelo padre António de Freitas, reitor do Seminário de São José de Faro, e pelo padre Nuno da Rocha, pároco de Monte Gordo.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Os diáconos Fábio Pedro, oriundo da paróquia de São Sebastião de Loulé, e Samuel Camacho, oriundo da paróquia de São Pedro de Faro, estão, respetivamente, a estagiar na paróquia de Quarteira e no Seminário de São José de Faro, como prefeito.

O lausperene realizou-se de 24 de outubro a 6 de novembro, decorrendo no âmbito da Semana dos Seminários que se realizou a nível nacional de 31 de outubro até hoje sob o tema “Para estarem com Ele e para os enviar a proclamar” (Mc 3,14). Assegurado pelas paróquias que constituem as quatro vigararias de Loulé, Portimão, Faro e Tavira, pelas comunidades, congregações, grupos e movimentos católicos da diocese algarvia.

Pub