Pub

Por volta das 12h, D. Manuel Quintas foi recebido por algumas dezenas de pessoas na Praça do Município de Vila do Bispo, onde, na escadaria de acesso à Câmara Municipal, foi montado o altar para a celebração campal da Eucaristia que se seguiu ao momento inicial de acolhimento ao prelado.

O prior das três paróquias desejou que a visita pastoral, que se prolonga até ao dia 24 deste mês, possa constituir “mais um passo no descobrir deste Deus de Jesus Cristo que se manifesta através do amor”.
O padre Joel Teixeira começou mesmo por deixar ao Bispo diocesano a garantia de que “irá sentir-se em casa”. “Se há característica que marca naqueles que por aqui passam é o acolhimento com que os recebemos”, afirmou o jovem sacerdote.

“Senhor Bispo, estas são as suas comunidades que querem caminhar para a santidade através do amor divino”, referiu ainda.

D. Manuel Quintas recordou a sua primeira visita pastoral realizada conjuntamente com D. Manuel Madureira Dias àquelas comunidades, em 2003, ainda como Bispo Auxiliar do Algarve.

O agora Bispo do Algarve lembrou que a visita pastoral “é sempre um enriquecimento para o próprio bispo”. “Faz-me muito bem conhecer a realidade viva das comunidades: projectos, sonhos, esperanças e dificuldades. E trazer a todos uma palavra de espírito. A minha missão como Bispo e pastor desta Igreja do Algarve é, acima de tudo, partilhar a vida das pessoas, estimular, fortalecer na fé e rezar convosco e por vós. Quanto mais estou no meio das comunidades cristãs, mais realizo a minha missão como pastor”, esclareceu.

D. Manuel Quintas apelou ainda ao crescimento na consciência do amor de Deus, “independentemente dos percursos, trajectos e altos e baixos” da vida de cada um. “Sabemos que estamos sujeitos a todas as espécies de fragilidades, nossas e dos outros, e também vivemos alguma perplexidade do mundo que nos rodeia, mas é importante termos a certeza de que Deus nos ama, é importante que nesta semana todos tenhamos consciência desta verdade”, disse.

Lembrando o tema escolhido por aquelas paróquias para o presente ano pastoral – “Deus ama-te! E tu?” – desejou que a sua “palavra, presença, apoio e estímulo” possa ajudar à resposta à interpelação. “Que esta semana nos ajude a todos, por um lado a crescermos na consciência do amor que Deus nos tem e por outro a encontrarmos força e condições para podermos responder a esta pergunta que nos é feita”, frisou.

O acolhimento terminou com um tema composto e interpretado pelo grupo coral Anima, constituído por crianças e jovens daquelas paróquias, seguindo-se a celebração eucarística e um almoço de confraternização na escola.

Ao longo da semana, prossegue o programa da visita pastoral do Bispo do Algarve com destaque para a visita à Câmara Municipal e às Juntas de Freguesia, aos centros de saúde e aos doentes, às escolas, à Fortaleza e à DocaPesca de Sagres, para além dos encontros com os diversos agentes e destinatários da pastoral das três paróquias.

Durante este ano, o Bispo do Algarve visitará ainda as paróquias de Fuseta e Moncarapacho (6 a 13 de Fevereiro), Quelfes e Pechão (20 a 27 de Fevereiro), Santa Catarina da Fonte do Bispo (20 a 27 de Março) e Loulé (3 a 17 de Abril).

Samuel Mendonça

Programa da visita pastoral a Sagres, Raposeira e Vila do Bispo

Pub