Pub

“Todos lamentamos este acidente onde há milhares de jovens portugueses. Parece que, cada noite, há a preocupação de superar o número de comas alcoólicos da noite anterior. Isto impressiona muito, não como acusação dos vossos colegas mas como interpelação para a vossa vida”, afirmou D. Manuel Quintas.

O prelado desafiou os jovens algarvios a serem “testemunhas da esperança e da alegria” junto dos seus coetâneos que andam “à procura da verdadeira alegria” e “pensam encontrá-la desta maneira”. “Dessa alegria o que resulta? O cansaço e a desilusão”, evidenciou o prelado.

“Não há ninguém que consiga contagiar estes jovens com a verdadeira alegria, aquela de que nos fala a palavra de Deus?”, interrogou.

Samuel Mendonça

Pub