Inicio | Igreja | Bispo do Algarve nomeia novos párocos e vigários

Bispo do Algarve nomeia novos párocos e vigários

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

O bispo do Algarve nomeou ontem novos párocos e vigários para algumas paróquias algarvias.

De acordo com informação a que Folha do Domingo acaba de ter acesso, D. Manuel Quintas nomeou como pároco in solidum (solidário) para as paróquias de Altura, Azinhal, Cacela, Castro Marim, Monte Gordo, Odeleite e Vila Real de Santo António o padre José Armando Vieira da Silva, da congregação dos Sacerdotes do Coração de Jesus (dehonianos).

O sacerdote, que vem reforçar a comunidade dos padres dehonianos no Algarve, irá trabalhar com o padre Agostinho Pinto que também é pároco daquelas paróquias desde setembro de 2013, juntamente com os padres Adelino Ferreira e Nuno da Rocha, todos da mesma congregação, sendo que o padre Agostinho Pinto desde 2010 já era pároco de Cacela e vigário paroquial de Azinhal, Castro Marim, Monte Gordo e Vila Real de Santo António.

O prelado nomeou também o padre Miguel Neto como pároco das paróquias de Santa Maria e São Tiago de Tavira, Conceição de Tavira e capelão da capelania de Santa Luzia de Tavira que irá substituir o padre Flávio Martins, pároco das paróquias de Tavira desde setembro de 2009, da Conceição de Tavira desde setembro de 2013 e capelão de Santa Luzia desde março de 2005. Para as mesmas comunidades foi ainda nomeado o padre Fernando Rafael Rocha, recém-ordenado, como vigário paroquial.

O padre Miguel Neto era pároco de Santa Bárbara de Nexe e de Estoi desde 2 setembro de 2012. Para aquelas paróquias, o bispo do Algarve nomeou o padre Jesús Ejocha, que era pároco de Raposeira, Sagres e Vila do Bispo desde agosto de 2014. O sacerdote irá trabalhar com o diácono Luís Galante que já trabalha em Estoi desde setembro de 2011 e em Santa Bárbara de Nexe desde fevereiro de 2012.

Para as paróquias de Raposeira, Sagres e Vila do Bispo, D. Manuel Quintas nomeou o padre Nuno Coelho, que regressa àquelas comunidades onde foi pároco de setembro de 2013 a agosto de 2014 e que acumulará com as de Aljezur, Bordeira e Odeceixe das quais é também prior desde setembro de 2014.

O padre Flávio Martins foi nomeado pároco de Albufeira, paróquia entregue desde outubro de 1968 aos cuidados do cónego José Rosa Simão, que este ano completa 80 anos e que irá ficar aposentado.

Para as paróquias de São Brás de Alportel e Santa Catarina da Fonte do Bispo foi nomeado como pároco in solidum o padre Duarte Manuel da Silva Costa, da Congregação do Espírito Santo (espiritanos), que vem substituir o padre o Paulinus Anyabuoke que estava no Algarve desde outubro de 2011.

O padre Duarte Costa, que vem reforçar a comunidade dos padres espiritanos no Algarve, irá trabalhar com os padres José da Cunha Duarte e Afonso da Cunha Duarte, respetivamente pároco e vigário paroquial, o primeiro pároco de São Brás de Alportel desde julho de 1981 e de Santa Catarina da Fonte do Bispo desde 6 de outubro de 1984 e o segundo vigário paroquial das duas paróquias desde setembro de 1994.

Para as paróquias de São Clemente e de São Sebastião de Loulé, o bispo diocesano nomeou como pároco in solidum o padre Nelson Rodrigues que era vigário paroquial da paróquia da Sé de Faro desde agosto de 2015, prefeito do Seminário de São José, em Faro, e responsável do Pré-seminário. O sacerdote irá trabalhar com o padre Carlos de Aquino que também é pároco daquelas paróquias desde agosto de 2015 e com o padre Henrique Varela que é pároco de São Clemente desde janeiro de 1988 e de São Sebastião desde 1989.

O padre José Chula, recém-ordenado, foi nomeado vigário paroquial da Sé de Faro, prefeito do prefeito do Seminário de São José e responsável do Pré-seminário.

O bispo do Algarve nomeou ainda o padre Francisco Ferreira de Campos, sacerdote da Companhia de Jesus (jesuítas), como pároco in solidum das paróquias da Mexilhoeira Grande e de Nossa Senhora do Amparo de Portimão.

O sacerdote, que vem substituir na comunidade algarvia dos jesuítas o padre Luís do Amaral que estava no Algarve desde janeiro de 2014, irá trabalhar com o padre Domingos da Costa também pároco da Mexilhoeira Grande desde 1975 e de Nossa Senhora do Amparo desde 2013.

D. Manuel Quintas ainda no documento a que Folha do Domingo teve acesso que os cónegos José Rosa Simão e Manuel Oliveira Rodrigues, embora aposentados por complicações de saúde do foro cardíaco, “continuarão a servir a diocese de acordo com as suas possibilidades de saúde e o lugar da sua residência”.

O bispo do Algarve, que refere que aponta para mais tarde a “nomeação para outros Serviços Diocesanos”, acrescenta ainda que o padre Joel Teixeira prosseguirá “continuando disponível para apoiar no serviço da Chancelaria e no apoio/substituição ocasional dos párocos”.

O prelado adianta ainda que a comunidade algarvia dos jesuítas será também reforçada com a vinda do padre Nuno Tovar de Lemos para além do padre Francisco Ferreira de Campos.

Também a comunidade algarvia da Ordem dos Frades Menores (franciscanos) será reforçada com a vinda do frei Elvino Pereira, diácono rumo ao sacerdócio.

D. Manuel Quintas refere também que as irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena “concluem a sua presença/serviço em Portimão e abrem uma nova presença em Paderne”, ali constituindo uma comunidade ao serviço das paróquias a cargo do padre Pedro Manuel.

O bispo diocesano convida a dar “graças ao Senhor” pela “passagem de testemunho/serviço” nas paróquias onde isso se verifica, “tendo presente de modo particular os presbíteros que as serviram, alguns ao longo de muitos anos”. D. Manuel Quintas pede ainda que se possa “acolher, com o mesmo sentido de comunhão eclesial e de colaboração corresponsável”, aqueles aos quais confia uma nova missão, “grato pela sua disponibilidade, fruto de um grande espírito de fé, de generosidade e de amor” à Igreja diocesana algarvia.

As tomadas de posse dos sacerdotes agora nomeados ainda não estão marcadas, mas deverão ocorrer durante os próximos meses de agosto e setembro.

Verifique também

Missa de abertura do ano académico da UAlg, com bênção do traje, apelou à defesa da “herança” da fé

Cerca de 50 estudantes, professores e funcionários da Universidade do Algarve (UAlg) e alguns familiares …

Folha do Domingo

GRÁTIS
BAIXAR