Breves
Inicio | Igreja | Bispo do Algarve nomeou ofícios dos membros do Cabido da Sé de Faro

Bispo do Algarve nomeou ofícios dos membros do Cabido da Sé de Faro

Da esq.ª para a dir.ª: cón. Carlos César Chantre, cón. Firmino Ferro, cón. Joaquim Nunes, cón. José Pedro Martins e cón. Manuel Rodrigues
Da esq.ª para a dir.ª: cón. Carlos César Chantre, cón. Firmino Ferro, cón. Joaquim Nunes, cón. José Pedro Martins e cón. Manuel Rodrigues

O bispo do Algarve nomeou no passado dia 1 deste mês os diversos ofícios do Cabido da Sé de Faro.

Através da provisão, a que Folha do Domingo teve acesso, D. Manuel Quintas nomeou o cónego José Pedro Martins como deão, o cónego Carlos César Chantre como chantre e o cónego Firmino Ferro como arcediago e tesoureiro.

O Cabido da catedral, presidido pelo deão, é o colégio dos clérigos chamados “cónegos”, constituído principalmente para assegurar um culto mais solene na catedral. O chantre coordena a vida litúrgica da catedral e o arcediago é o responsável pelo património da mesma.

Através daquele documento, o prelado nomeou ainda o cónego Manuel Rodrigues como penitenciário e secretário e o cónego Joaquim Nunes como arquivista e diretor do museu catedralício. Ao penitenciário compete-lhe absolver, no foro do sacramento da confissão, das censuras que decorrem, automaticamente, de determinados pecados.

A nomeação do deão, do chantre e do arcediago é feita pelo bispo após ouvir o Cabido, bem como o penitenciário. Para os restantes ofícios, o prelado nomeia os cónegos que os membros do Cabido elegem.

O Cabido da Sé de Faro é ainda constituído pelos cónegos José Rosa Simão e Joaquim Luís Cupertino.

Verifique também

Paróquia das Ferreiras acolhe Oficina de Oração e Vida

A paróquia das Ferreiras está a acolher uma Oficina de Oração (TOV) e Vida desde …