Pub

Foto © L’Osservatore Romano

O bispo do Algarve pediu aos algarvios que se façam peregrinos como e com o papa na sua peregrinação a Fátima nos dias 12 e 13 do próximo mês de maio.

“Convido-vos a termos presente a visita que o papa nos fará. Ele vem como peregrino. É importante que desde já, neste início da Quaresma, todos nos façamos peregrinos com o papa Francisco”, desafiou D. Manuel Quintas na celebração da passada Quarta-feira de Cinzas, a que presidiu na catedral de Faro.

O prelado evidenciou que Francisco “vem ao «coração» espiritual de Portugal”. “É como se viesse a todas as nossas dioceses. É como se visitasse todas as nossas paróquias, as nossas igrejas paroquiais, as nossas casas. Vamos peregrinar de modo a que, chegando a esse dia, sintamos o papa a visitar-nos a nós, senti-lo como se ele estivesse a visitar as nossas dioceses, as nossas igrejas paroquiais e as nossas casas”, acrescentou.

O bispo diocesano confirmou a vontade dos algarvios de se encontrarem com o papa. “Sei que há em todos o desejo de se encontrar com ele”, afirmou, adiantando ter sido contactado por “muita gente” a perguntar se seria possível que o papa viesse ao Algarve e a propor até recolhas de assinaturas ou o envio de missivas para manifestar ao pontífice essa vontade.

O papa vai estar na Cova da Iria de 12 a 13 de maio deste ano, na sua primeira visita ao santuário português que terá como tema “Com Maria, peregrino na esperança e na paz”. Depois de aterrar no aeroporto do Monte Real, Francisco irá diretamente para Fátima.

Pub