Pub

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

O bispo do Algarve lembrou no passado sábado que os cristãos são chamados a anunciar Cristo com a vida e a testemunhar o evangelho no meio de “dificuldades e de provações”.

“Mais do que as dificuldades exteriores, devemos ter medo das interiores, aquelas que saem de dentro de nós, das nossas fragilidades, da nossa falta de fé, da nossa falta de coragem, dos nossos defeitos, da incapacidade que temos em nos convertermos e sermos melhores, em adequarmos mais a nossa vida com a vida de Cristo e com os valores do evangelho. Isso é que nos deve assustar em primeiro lugar porque isso é que nos impede de testemunharmos verdadeiramente a nossa fé”, afirmou D. Manuel Quintas na homilia da eucaristia de encerramento do Lausperene que teve lugar na igreja matriz de Olhão.

O prelado advertiu que “perseguições exteriores” “haverá sempre, mais num lado ou noutro”. “Sabemos como neste tempo há tantos cristãos que para afirmarem a sua fé o fazem até ao dom da vida. Não devemos ter medo das dificuldades em testemunhar a nossa fé”, acrescentou.

Pub