Pub

D. Manuel Quintas considera ainda que aquelas associações de fiéis que têm como fim a defesa e a promoção dos valores prosseguidos pela Igreja são um “meio de participação ativa” na realização da sua missão: o anúncio e o testemunho do Evangelho.

O prelado assinou duas provisões de nomeação de novos responsáveis para a Legião de Maria (LM) e para o Movimento dos Cursos de Cristandade (MCC), às quais Folha do Domingo teve acesso.

Consciente da “necessidade em revitalizar” a LG na Diocese do Algarve, D. Manuel Quintas nomeou, no passado dia 4 deste mês, o frei Paulo Ferreira, sacerdote da Ordem dos Frades Menores (franciscano), como seu assistente espiritual. O bispo diocesano nomeou igualmente o Secretariado Diocesano do MCC, na passada sexta-feira (19 de outubro), que tem Isilda Delfino como presidente e os padres Joaquim Nunes e Rui Guerreiro como diretores espirituais, desejando que a equipa agora constituída “imprima ao Movimento o dinamismo apostólico consonante com o exemplo de São Paulo”.

Além da presidente e dos diretores espirituais, a equipa do MCC é ainda composta por Marco Vieira, na vice-presidência, por João das Dores, que ocupa o cargo de secretário, por Fernanda do Nascimento, que assume a tesouraria e por Maria da Encarnação Ferreira, Maria Dulce Guerreiro, José dos Santos Matos e Nelson de Jesus, como vogais.

Nos documentos de nomeação, o bispo do Algarve considera que os membros da LG, “constituem um verdadeiro movimento evangelizador, na procura diária de chegar a todos e por todos os caminhos possíveis, privilegiando o contato pessoal”. D. Manuel Quintas lembra que a sua ação pastoral da LG “distribui-se pelos diversos setores (família, saúde, catequese, sóciocaritativa, juvenil) de acordo com as necessidades e a indicação dos respetivos párocos”.

Samuel Mendonça
Pub